Clique abaixo para ouvir a Rádio São Francisco direto no site

________________________________________________________

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Imburi de luto: morte repentina de jovem de 22 anos deixa comunidade perplexa


Foto extraída do Facebook
de Genaina Moura
Foi sepultado no final da tarde desta segunda-feira, 28/07, no Cemitério de São Francisco, o corpo de Elidiane Moura Lemos, 22 anos. Os moradores da comunidade de Imburi, onde morava Elidiane, estão perplexos com a morte repentina da jovem, que fora acometida por uma parada cardíaca.

Elidiane passou mal na tarde de sexta-feira, 25/07, sendo socorrida para o Hospital Municipal Manoel Carola em estado gravíssimo. Ao dar entrada foi constatado que a pressão arterial estava muito baixa. A equipe médica conseguiu reanimá-la, mas durante o fim de semana a paciente fora acometida por uma série de paradas cardíacas, findo a falecer na noite deste domingo, 27-07. 

No período em que a jovem ficou no Hospital Manoel Carola a equipe médica optou em mantê-la ligada a aparelhos na UPG – Unidades de Pacientes Graves, tendo em vista que o estado de saúde era gravíssimo, e uma remoção seria de altíssimo risco.

Segundo informações apuradas pelo Blog, a jovem vinha se queixando de dores na coluna. O marido de Elidiane trabalha embarcado em plataforma de petróleo. Por telefone Elidiane chegou a comentar com o marido que estava sentindo umas dores, que achava que teria de procurar um ortopedista, mas provavelmente a jovem já estava apresentando sintomas de problemas cardíacos.

O fato é que nunca se imagina que uma jovem de 22 anos irá ser acometida de problemas cardíacos. Mas o que teve Elidiane? O que gerou essa parada cardíaca repentina? Infarto? Assim que a jovem veio a óbito, a família foi orientada a permitir que o corpo fosse até o Hospital Escola Álvaro Alvim, em Campos, para que se investigue a causa da morte. O corpo foi levado até lá, sendo liberado no final da manhã desta segunda-feira. Centenas de pessoas comparecerem ao velório, que foi realizado na Igreja Batista do Imburi.

Não há como mensurar a dor para essa família, perder alguém tão jovem assim como a Elidiane. À família enlutada as sinceras condolências de toda equipe Rádio São Francisco e Blog do Paulo Noel. Os nossos sentimentos aos pais Loloca e Eliete, aos irmãos Gil, Edalmo e Janderson e ao marido, que estava casado a pouco tempo com a jovem. Eles não tinham filhos, mas essa tragédia interrompeu os planos traçados por esse jovem casal. Lamentamos profundamente, e que Deus esteja no controle, dando o conforto necessário diante de tamanha dor.

Nenhum comentário: