Clique abaixo para ouvir a Rádio São Francisco direto no site

________________________________________________________

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Reviravolta na política de SFI: secretários do PSDB entregam carta de demissão ao prefeito

Fotos: Site da PMSFI

Enaldo Vieira (Procurador), Luciano Favorete (Gabinete), Jairo Batista (Turismo), Marcelo Garcia (Planejamento) e Carlos Fabiano (Gabinete) deixam o governo

Reviravolta na política de São Francisco de Itabapoana. O grupo de secretários municipais ligado ao PSDB entregou uma carta de demissão ao prefeito Beto Azevedo na tarde desta sexta-feira (06). Compõe o grupo que deixa o governo: o procurador geral do Município, Enaldo Barreto, o secretário de Planejamento e Desenvolvimento, Marcelo Garcia, o chefe de Gabinete, Luciano Favorete Alves, o Assessor de Gabinete, Carlos Fabiano Almeida Sá e o Secretário de Turismo e presidente do Diretório Municipal do PSDB, Jairo Batista.

Atualizado às 08h18m. Agora no Tribuna Livre, da Rádio São Francisco FM os secretários falam sobre a carta de demissão. O prefeito Beto Azevedo também foi convidado para falar sobre o assunto.

Prefeito visita áreas alagadas em Gargaú

Foto: Flori Fernandes
Na tarde desta sexta-feira (06/01), o prefeito de São Francisco de Itabapoana, Beto Azevedo, visitou as áreas alagadas pelas chuvas dos últimos dias. Durante o percurso, Beto acompanhou o trabalho da equipe da Defesa Civil, verificou a queda do nível das águas e as famílias afetadas. Até o final da tarde, o nível do Rio Paraíba caiu para 9,70 metros.

As localidades atingidas foram Gargaú, Muritiba e Cacimbas. Aproximadamente 500 pessoas sofreram com a ação da água, mas apenas três permanecem desabrigadas.

O prefeito Beto Azevedo fez avaliação sobre a região. “O nível do rio está voltando ao leito normal, porém ainda há algumas áreas submersas. A equipe da Defesa Civil estará percorrendo a região até que tudo se normalize”, disse o prefeito.

Para melhorar a escoação das águas foi realizada a limpeza do valão de Gargaú desde a estrada que dá acesso à Muritiba, passando por trás do cemitério, até a chegada ao mar.

Durante o período das cheias, diversas secretarias também estão auxiliando as famílias. A secretaria de Educação liberou a Escola Municipal de Gargaú para os desabrigados, o comando da Guarda Municipal apoiou com seu efetivo, a secretaria de Agricultura e de Serviços Públicos com os maquinários necessários, o Planejamento municipal esteve com a Defesa Civil percorrendo a região e a secretaria de Promoção Social com a distribuição de mantimentos e água.

Qualquer ocorrência é só ligar, gratuitamente, para 199.

Ascom-SFI

Previsão de chuva para o fim de semana deixa Região em alerta

Fonte: Clima Tempo


O fim de semana será de chuvas nas áreas castigadas pelas enchentes. Segundo o Clima Tempo, neste sábado o céu fica nublado e chove a qualquer hora no Rio de Janeiro, no sul do Espírito Santo e na zona da mata de Minas Gerais, justamente as áreas mais castigadas pelas chuvas desde a virada do ano.

As chuvas deste sábado em São Francisco de Itabapoana tem previsão de volume d’água de 54mm, uma preocupação para alguns moradores e comerciantes de SFI e Santa Clara. No Centro, a Avenida Vereador Edenites Viana entre a Caixa Econômica e o Detran e em Santa Clara um trecho da Avenida Osvaldo Resende ficaram alagados com um temporal que caiu na terça-feira (3).

Internauta sanjoanense envia programação da Festa de Santo Amaro em Grussaí

Recebemos e-mail de São João da Barra, da internauta Regina Amaral, que solicita divulgação da programação da Festa de Santo Amaro, na Praia de Grussaí. Clique na imagem para ampliá-la:


Paulo Noel, todos os dias estou sabendo de tudo o que acontece na cidade de São Francisco, por isso peço a sua gentileza, e se for possível, anunciar os festejos em honra a Santo Amaro na Praia de Grussaí, ai segue toda a programação. Obrigada, Regina Amaral! São João da Barra, 06 de janeiro de 2012.

Águas baixam em Gargaú, mas previsão e de mais chuva

Com a diminuição do Rio Paraíba do Sul os moradores de Gargaú tentam colocar a vida em ordem, limpando as casas e contabilizando os prejuízos. Cerca de 40 casas foram invadidas pela água entre a Muritiba e o Buraco Fundo. Mas a Defesa Civil está em alerta devido à previsão de chuva para o fim de semana nas Regiões Norte e Noroeste Fluminense e Zona da Mata Mineira.

Segundo informações do secretário municipal de Planejamento e Desenvolvimento, Marcelo Garcia, a vala para escoar a água de Gargaú para o mar foi recuperada, o que associado à diminuição do nível do Rio Paraíba do Sul, contribuiu para baixar a água em Gargaú. Na localidade de Cacimba apenas uma casa ainda tem água. Já em Muritiba, local mais afetado, algumas casas ainda têm água.

“Gargaú começa a voltar a sua normalidade. No abrigo montado na Escola Municipal apenas três pessoas pernoitaram”, disse a secretária municipal de Promoção Social, Fátima Ferreira.

Gargaú: Rua Major Graça

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Gargaú: Rua Josefino de Menezes

Gargaú - Rua atrás da Igreja de São Pedro

Gargaú: Rua atrás da Igreja de São Pedro águas já atingem residências

O repórter Vinícius Berto mostra em vídeo a situação dos moradores da Rua atrás da Igreja de São Pedro. Confira

Gargaú Rua Donato Barros de Menezes


Vinícius Berto passou a manhã desta quinta-feira, 05-01, em Gargaú documento a situação dos moradores com as cheia.


Moradora de SFI desaparece para desespero de familiares

Uma mulher desaparecida; uma família desesperada. Enquanto o blog estava cobrindo a enchente em Gargaú, no final da manhã desta quinta-feira (05), fomos parados por Gedivan Azevedo de Oliveira, morador em São Francisco de Itabapoana, no Bairro da Rua do Dil. Ele estava em Gargaú procurando pela irmã, Joanima Azevedo de Oliveira (foto), 46 anos, que desapareceu desde a última terça-feira (03). Joanina, que sofre de problemas mentais, é filha de Dona Donata Maria de Azevedo e do saudoso João Gomes de Oliveira, que era conhecido por João Mineiro.

Joanina foi à Praia de Atafona, São João da Barra, onde reside o ex-marido dela. Na terça-feira retornou de carona em um barco de pesca, foi vista desembarcando em Gargaú, entretanto, desde então não retornou para São Francisco. A família está desesperada a sua procura. Qualquer informação pode ser passada ao blog.

Situação em Cacimba melhora após nível do Paraíba do Sul baixar

Segundo informações do cabo Oliveira, técnico da Defesa Civil Municipal de SFI, a situação em Cacimbas começa a melhorar devido à diminuição do nível do Rio Paraíba do Sul. Cinco famílias estão desalojadas, e foram para casas de parentes ou vizinhos. Esse número diminuiu consideravelmente, já que as informações do ouvinte Rodrigo Barreto, em entrevista à Rádio São Francisco, era que a água tinha invadido a casa de oito famílias, e corria o risco de entrar em outras oito residências.

“Estamos acompanhando a medição do nível do Rio Paraíba do Sul em Campos. Às 17 horas o nível estava em 10,70 m, ou seja, vem baixando, e isso começa a refletir em Gargaú e Cacimba”, disse Oliveira.

Prefeitura tenta recuperar vala em Gargaú e escoar água para o mar


Uma ação da Prefeitura de SFI tenta abrir uma antiga vala (foto) para escoar as águas que inundaram vários pontos da Praia de Gargaú. Alguns desses pontos de alagamentos não estão interligados. Essa ação visa escoar a água localizada entre a Muritiba (ponto mais crítico) e a região do Clube e Barracão de Gargaú. De acordo com o secretário municipal de Planejamento e Desenvolvimento, Marcelo Garcia, essa antiga vala passa pela área do Parque Eólico com destino ao mar. “Estamos tentando escoar a água por lá, mas o canal, apesar de preservado pela Gesa (Eólica), está assoreado", disse.

Cobras - Com as cheias tem sido grande o número de cobras que surgem nos quintais alagados e até mesmo nas praias. Apenas na tarde desta quinta-feira, cinco cobras foram capturadas na Praia de Guaxindiba pela Secretaria de Meio Ambiente e remanejados para locais apropriados. Segundo a moradora de Gargaú, Aline de Oliveira, durante a madrugada, quando a água subiu rápido, até cobra apareceu em sua casa. A população deve ter atenção quanto aos animais. Qualquer auxílio que a população precise deve ligar para a Defesa Civil pelo telefone gratuito 199.

Gargaú sente os efeitos das cheias

Fotos: Vinícius Berto - Clique nas imagens para ampliá-las

Foto1- Rua Josefino Menezes; Foto 2- Rua dos fundos da Igreja de São Pedro e Foto 3- Rua Capitão Almeida (Rua da C.E. Ercília Muylaert de Menezes)


Rua Maximiliano Andrade; Campo de Futebol em frente ao Gargaú Praia Clube; Escola Municipal de Gargaú (Local para receber desabrigados)


Com água quase na cintura, Guardas Municipais ajudam a retirar móveis das residências de Julice dos Santos e Aline de Oliveira, moradoras na Estrada da Muritiba, em Gargaú
A Estrada da Muritiba está inundada.


As últimas quatro fotos são do Bairro Buraco Fundo

Na madrugada desta quinta-feira (05) a Praia de Gargaú começou a sentir os efeitos das cheias. Além de ser banhada pelo Rio Paraíba do Sul, a comunidade é cercada por manguezais, lagoas e braços do rio, e por isso apresenta vários pontos de alagamento. Um dos pontos mais críticos é na Estrada da Muritiba, onde a água subiu cerca de um metro do nível do solo em cinco casas. Já na vila dos pescadores do Buraco Fundo, o Canal de Gargaú não transbordou, mas a água entrou nas casas pelas tubulações, já que o nível das residências é mais baixo que o da rua. Várias ruas estão alagadas em Gargaú (como se vê nas imagens), e, apesar de o nível do Rio Paraíba do Sul ter baixado em Campos; em Gargaú ainda não baixou devido à incidência das marés.

Até o final da manhã, apenas duas famílias ocupavam o abrigo montado na Escola Municipal de Gargaú. Quem teve de deixar suas casas está se abrigando em casas de vizinhos ou parentes. Segundo a Secretária de Promoção Social, Fátima Ferreira, presente no local, as famílias estão sendo cadastradas para receber apoio da Secretaria.

O Assessor Técnico da Defesa Civil, Cabo Oliveira, que esteve em Gargaú acompanhando os trabalhos, estima que 40 casas foram invadidas pela água em Gargaú. Ele está se deslocando para a localidade de Cacimba, já que o ouvinte da Rádio São Francisco FM que mora em Cacimbas, Rodrigo Barreto, falou por telefone que 8 famílias tiveram de deixar suas casas.

Defesa Civil já está em Três Vendas onde força das águas abriu uma cratera no asfalto


Defesa Civil atua em Três Vendas onde BR-356 rompeu


Por Thábata Ferreira
A Defesa Civil Municipal já está atuando na localidade de Três Vendas, onde o dique da BR-356 rompeu, colocando em risco cerca de mil famílias. O rompimento do dique abriu uma cratera de cerca de 20 metros na estrada. A Defesa Civil já atua no direcionamento das famílias para lugares seguros, junto da secretaria da Família e Assistência Social, Defesa Civil Estadual e Exército.

O secretário de Defesa Civil, Henrique Oliveira, orienta as pessoas se direcionem para locais mais altos. “Pedimos que as pessoas deixem suas casas e vão para os morros que ficam ao lado da localidade, que é o ponto mais alto de Três Vendas. Pedimos também que o mínimo de gente fique no segundo andar de suas casas, dando prioridade à ida para os morros, já que o socorro chegará por lá”, ressalta Henrique.

Também segundo o secretário, com o rompimento do dique, o nível Rio Muriaé vai se igualar à localidade de Três Vendas. O ponto onde houve o rompimento do dique na BR-356 foi o mesmo trecho que foi rompido com as chuvas do ano de 2009. Após o rompimento em 2009, o local foi manilhado pelo Departamento Nacional de Insfraestrutura e Transportes (Dnit), do governo federal. (Matéria e foto do site da prefeitura de Campos dos Goytacazes )

Força das águas do Rio Muriaé rompe asfalto na BR-356 Campos a Iteparuna




Força da água faz asfalto ceder na BR-356 entre Sapucaia e Três Vendas
Foto: Leandro Nunes
do Site Ururau


Cerca de 1200 famílias são retiradas emergencialmente da localidade

A força das águas oriundas do Rio Muriaé rompeu o asfalto na BR-356, estrada que liga Campos à Itaperuna, próximo à localidade de Sapucaia, na manhã desta quinta-feira (05/01). Neste mesmo ponto, em 2009, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) realizou um abertura para escoar as águas que ficaram represadas na localidade de Três Vendas.

A Prefeitura de Campos disponibilizou dezenas de caminhões para remover as cerca de 1200 famílias totalizando de três a quatro mil pessoas que devem ficar desalojadas. A prefeita Rosinha Garotinho e o governador Sérgio Cabral se falaram no final da manhã e uma estrutura da Saúde será montado no Morro do Tirranha, em Três Vendas, para atender a população local.

De acordo com o comandante adjunto da Defesa Civil de Campos, Major Edson Pessanha, as pessoas serão levadas para o acampamento no alto deste morro, onde será feita uma triagem das famílias que deverão ser levadas posteriormente para abrigos em escolas de Sapucaia e Outeiro, e caso seja nescessário, para um Ciep de Travessão.

As águas ainda não chegaram em Três Vendas o que está previsto para acontecer a tarde e assim, inundar as casas antes do final do dia, sendo que casas que estão à margem esquerda da rodovia, já foram inundadas (fotos).



As famílias estão sendo retiradas de suas casas com auxílios de militares do Corpo de Bombeiros, do Exército, da Defesa Civil de Campos e outras Secretarias, como de Limpeza Pública. O Corpo de Bombeiros de Campos, São Fidélis e São João da Barra atuam em conjunto.

As famílias que moram e casas de dois andares, por exemplo, estão levando seus pertences para o alto. Já famílias que não tem essa opção, levam para a Rodovia.

"Não estamos causando nenhum alarde, nem pedindo para abandonarem suas casas. As famílias estão sendo removidas com calma para casas de parentes ou para o acampamento improvisado no alto do Morro. A previsão ainda é de que a água chegue até o final da tarde," confirmou o Major Pessanha.

O Sargento Morivel do 56º Batalhão de Infantaria (BI), de Campos informou que três viaturas foram enviadas para o local e que as mesmas deverão comunicar a necessidade ou não de reforços.

Por determinação do governador Sérgio Cabral, duas aeronaves tripuladas por bombeiros foram enviadas, para Campos. Os bombeiros vão verificar as necessidades do local para que providências possam ser tomadas pela Defesa Civil do Estado. (Fonte site Ururau )

Gargaú com pontos de alagamento

Recebemos um apelo da internauta Denizia Carvalho Melo de Gargaú. Segundo Denizia, a Rua Josefino Menezes (rua entre o Gargaú Praia Clube e o Barracão) está alagada. Ela pede a interdição da via, já que os carros passam e jogam água para dentro dos quintais com possibilidade de entrar nas casas.

Boa madrugada Paulo Noel,

Gostaria que, por favor, reivindicasse a Defesa Civil que interditasse a rua Josefino Menezes, mais popular como a rua do Gargaú Praia Clube, na altura do Barracão ao Clube, pois esta cheia de água do Rio Paraíba do Sul e muitos carros continuam passando o que causa mais transtornos a nós moradores que estamos com a casa cheia de água.

Desde já agradeço a compreensão e aguardo solução.

Denízia Melo - Moradora dessa rua

Circo da Vida divulga programação do fim de semana

Olá Blog do Paulo Noel, Estou Divulgando a programação dessa Semana do Circo da Vida..,
04-01 - Cine Gospel
05-01 - Noite da Criançada
06-01 - Min. Shekinah e Pr. Éber Silva
07-01 - Assembleia de Deus Central de Campos Prª Silvana Zanatto (São Paulo)
08-01 - Min. Eis-me aqui e Prª Silvana Zanatto (São Paulo)

Abraços,

Equipe de organização do Circo da Vida.

E-mail enviado por Iverson Rodrigues

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Defesa Civil organiza distribuição de alimentos e água para regiões mais afetadas pelas chuvas

Enchentes já deixaram mais de 20 mil desalojados no Norte e no Noroeste do estado

Defesa Civil em Lage de Muriaé e Itaperuna.

O secretário de Defesa Civil e comandante do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, Sérgio Simões, vistoriou por terra e por ar, nesta quarta-feira (4/1), os municípios mais afetados pelas enchentes decorrentes das chuvas que atingem o Rio de Janeiro desde domingo (1/1). Ele sobrevoou as regiões Norte e Noroeste do estado, onde seis municípios decretaram situação de emergência: Laje do Muriaé, Santo Antônio de Pádua, Itaperuna, Italva, Cardoso Moreira e Miracema. À noite, em reunião com bombeiros e técnicos da Defesa Civil, ele definiu a estratégia do Governo do Estado para a distribuição de ítens alimentícios e água para as famílias da região. Além do caminhão da Secretaria de Assistência Social que chega nesta quinta-feira (5/1) em Itaperuna, mais seis caminhões da Defesa Civil trarão comida e água potável para as vitimas. Segundo o secretário, há ainda uma possibilidade de a Defesa Civil nacional enviar donativos para o estado.

- O Governo do Estado deu uma resposta muito forte. Neste momento, estamos organizando uma logística bem estruturada de caminhões e viaturas para a distribuição de gêneros alimentícios e água - disse o secretário.

Segundo ele, a ação de vários órgãos estaduais em parceria com as prefeituras foi rápida para controlar a situação e atender às vítimas. Segundo o último balanço, divulgado às 19h, o número de desalojados pelas chuvas já chega a 22.800, e o de desabrigados passa de 1700, nas duas regiões. Até o momento, foi registrado apenas um óbito, na localidade de Laje do Muriaé.



Cerca de 180 bombeiros estão atuando nos 18 municípios do Norte e Noroeste do estado. Um Centro de Comando e Controle - que conta com equipes da Defesa Civil municipal, da Cruz Vermelha, do Sistema de Meteorologia do Rio de Janeiro (Simerj), do DRM e do Instituto Estado do Ambiente (Inea) - foi montado em Itaperuna para realizar ações preventivas em decorrência das chuvas.

Secretaria de Estado de Saúde vai montar base em Itaperuna para distribuição de kits

A cidade de Itaperuna também vai ser a base da Secretaria de Saúde para dar apoio às cidades afetadas pelas chuvas no Norte e no Noroeste Fluminense. O ponto de apoio e distribuição vai funcionar no Núcleo Descentralizado de Vigilância em Saúde do município, de onde sairão os kits de calamidade solicitados pelas prefeituras e outros eventuais medicamentos e insumos hospitalares necessários para as áreas atingidas pelas chuvas e transbordamento de rios.

Nesta quarta-feira, o secretário de Saúde, Sérgio Côrtes, e as equipes de Vigilância e Atenção à Saúde da Secretaria visitaram Laje do Muriaé, Cardoso Moreira, Santo Antônio de Pádua, Italva e Itaperuna para avaliar o atendimento aos pacientes, a necessidade de reestruturação das unidades de saúde e reforço de equipes, analisar as condições sanitárias de abrigos, revisar estoques de medicamentos, insumos e vacinas e avaliar os planos de contingência elaborados por cada prefeitura.

- A percepção que eu tenho é que as enchentes que atingiram fortemente às regiões Norte e Noroeste do estado em 2009 deixaram uma lição às prefeituras. Hoje elas estão bem mais organizadas do que naquela época. Na maioria das cidades que visitamos hoje, as ações foram rápidas para evitar danos maiores à população e já havia um planejamento para prevenção de doenças. O papel da Secretaria de Estado de Saúde é dar esse suporte ao que for necessário e, por isso, estamos antecipando todas as entregas de equipamentos como salas de estabilização e aparelhos de Raios-X a essas cidades para que o atendimento e diagnósticos sejam feitos da melhor maneira possível – disse o secretário Sérgio Côrtes.

Já foram autorizados o envio de kits calamidade para estes cinco municípios e a entrega das salas de estabilização (espécie de UTI) e de Raios-X para Laje do Muriaé e Cardoso Moreira. Cada kit tem capacidade para atender 500 pessoas e contém medicamentos para a atenção básica, antibióticos, hipoclorito de sódio e álcool. Com investimento de R$ 111 mil, cada sala de estabilização contém leito completo com maca, cama elétrica, cardioscópio, respirador, monitor multiparâmetro, desfibrilador, carrinho de urgência, entre outros equipamentos.


Laje do Muriaé – Esta foi a primeira cidade do Noroeste Fluminense visitada pelo secretário e as equipes de Vigilância e Atenção à Saúde da Secretaria. Côrtes anunciou a antecipação imediata da entrega de macas e aparelho de Raios-X ao Hospital Municipal da cidade. A previsão era que os equipamentos fossem entregues à Secretaria Municipal de Saúde apenas no final de fevereiro, mas a situação da cidade após as chuvas e o transbordamento do Rio Muriaé levou o secretário a tomar a decisão.

Acompanhando do prefeito de Laje, José Eliezer, Côrtes sobrevoou o município e também percorreu de barco as áreas mais afetadas pelas águas. Além da visita ao Hospital Municipal, que fica no Centro da cidade, as equipes da Secretaria de Estado de Saúde estiveram com o secretário no Colégio Estadual Ary Parreira, onde foi montado um abrigo para as famílias desalojadas e o Centro de Comando e Controle da Defesa Civil estadual. De acordo com a Prefeitura, há mais de 2 mil pessoas desabrigadas no município.

Cardoso Moreira
– A cidade do Norte do estado também foi visitada pelo secretário. O município receberá em quinze dias uma sala de estabilização e um aparelho de Raios-X, anunciou o secretário, que providenciou ainda kit calamidade com medicamentos para a atenção básica, antibióticos, hipoclorito de sódio e álcool para atender 500 pessoas.

Côrtes reuniu-se com os representantes da prefeitura e ouviu as principais demandas para atendimento à população e ações de prevenção a doenças comuns após enchentes como tétano e leptospirose. De acordo com a Prefeitura, Cardoso Moreira está com 447 pessoas desabrigadas e 80, desalojadas. Um posto de saúde foi afetado pelas águas, mas o principal Pronto-Socorro da cidade está funcionando e atendendo a todos os casos.

Santo Antônio de Pádua - Sérgio Côrtes esteve nesta quarta-feira (4) na cidade de Santo Antônio de Pádua, no Noroeste Fluminense, onde se encontrou com representantes da prefeitura e visitou um abrigo. A enchente atingiu o hospital municipal, um posto de saúde e a sede da Secretaria local. Entre as principais medidas de emergência tomadas está a transferência dos equipamentos do hospital para que o atendimento de pacientes seja feito na Policlínica local. Os pacientes estavam sendo atendidos em um pronto-socorro improvisado, montado no Colégio Estadual Rui Guimarães de Almeida. A cidade, segundo a prefeitura, tem 650 desabrigados.

A Secretaria de Estado de Saúde também vai enviar kits de calamidade à cidade.

Itaperuna – Na cidade, Côrtes reuniu-se com o secretário de Estado de Defesa Civil, Sérgio Simões, para avaliar o trabalho das duas equipes. (Da redação com informações da secretaria de Imprensa do RJ)

SMEC apresenta programação cultural para o Verão 2012

A abertura oficial da programação cultural de verão da SMEC (Secretaria Municipal de Educação e Cultura) acontece nesta sexta-feira (06/01), na praia de Santa Clara, a partir das 19h, no Espaço Cultural. Assim como nos anos anteriores, haverá um grande número de atrações no Espaço Cultural itinerante e no luau das praias.

O Espaço Cultural foi montado para agradar toda a família. Oficinas de artesanato, parque e discoteca infantil, shows de MPB, concurso de dança e o tradicional “Novos Talentos da Música”. O regulamento e as fichas de inscrição para os Concursos de Dança e “Novos Talentos da Música” poderão ser encontrados na SMEC ou no Espaço Cultural. Também haverá o funcionamento itinerante do Espaço Cultural em várias praias durante o verão.

O luau da SMEC se tornou uma grande tradição do verão sanfranciscano. Neste ano serão 3 apresentações, sempre às sextas-feiras: em Santa Clara, dia 13/01, Com Pedro Maia; em Guaxindiba, dia 27/01, com Sandro Balli e em Santa Clara, dia 10/02, com Sandro Balli.
Segundo a secretária municipal de Educação e Cultura, Yara Cínthia Nogueira, a intenção da SMEC é divertir toda a família, com atrações culturais de qualidade. “Trabalharemos a diversão familiar sem desviar o foco que é trazer qualidade cultural para moradores e visitantes de nosso município.” Comentou Yara.

Ascom-SFI
Foto: Luau em 2011

Paraíba chega 8,56m em São João da Barra


Fotos: Isaac Souza.

A Defesa Civil de São João da Barra registrou, às 16h desta quarta-feira, o nível do Rio Paraíba em 8,56m, dois metros acima do nível normal. Os principais transtornos relacionados à cheia podem ser sentidos no centro da cidade, com a água oriunda de bueiros invadindo parte da rua Barão de Barcelos, nas imediações da sede da Defesa Civil e da prefeitura.

De acordo com o coordenador municipal de Defesa Civil, Felício Valiengo, providências já foram tomadas no sentido de evitar um maior acúmulo d’água, com utilização de bombas de sucção e tampões feitos de sacos de areia para serem colocados em bueiros nos trecos mais baixos.

Na comunidade de Barcelos, uma família com três pessoas foi removida para a casa de parentes e as partes mais vulneráveis do dique receberam sacos de areia para que possa ser evitado o avanço da água.
- Todos os 26 agentes de Defesa Civil do município estão de prontidão, além de todo efetivo de 112 salva-vidas. Pedimos à população que entre em contato com a Defesa Civil pelo telefone 199 ser forem notados casos que necessitem de maior atenção – destacou Valiengo.

A expectativa, no entanto, é que o nível do Rio Paraíba comece a baixar já nas primeiras horas da manhã dessa quinta-feira. “Estamos mantendo contato via rádio e pela internet com os municípios que são cortados por afluentes do Paraíba e estamos otimistas quanto à diminuição do nível”, finalizou Valiengo. (Secom - SJB - Maurício Barreto )

Conhecido taxista de SFI morre vítima de enfarto em Campos

O taxista Ebraim Azevedo dos Santos (foto), 55 anos, faleceu hoje, 04-01, às 11h30m no Hospital Ferreira Machado em Campos vítima de enfarto do miocárdio. A informação chegou ao Blog manhã.

O corpo está sendo velado na capela de Santo Antônio, na localidade de Ponto de Cacimbas, onde morava Ebraim, pai de sete filhos. O sepultamento será nesta quinta-feira, às 9 horas, no cemitério de São Francisco de Itabapoana.

Ebraim era muito popular em São Francisco de Itabapoana ,e sua morte surpreendeu a todos os amigos. Sempre prestativo, conquistava todos através de sua profissão de taxista e atendia com muito prestesa.

Foto enviada pela família.

Quem viu este cão em Guaxindiba?


Recebemos e-mail da Edileia Cabral Garcia fazendo um apelo aos internautas moradores da Praia de Guaxindiba em São Francisco de Itabapoana para ajudarem a encontrar o cão de estimação da família que atende pelo nome de Hitler.


Paulo Noel. Como ja havia lhe pedido, encaminho a foto do cão de propriedade do meu irmão que sumiu na Praia de Guaxindiba. Ele atende pelo nome de Hitler. As características dele são estas que estão na foto.

Aproveito, para fazer um apelo a quem viu ou guardou este animal. Ele é manso, tem 15 anos e já estava acostumado com os donos.

É um animal de estimação. Ficaríamos gratos por qualquer informação. Quem der alguma pista daremos uma gratificação. Podem ligar para a Rádio São Francisco FM telefones: 9915.2187 ou 2789.2187.

Agradeço ao Blog pela divulgação. Edileia Cabral Garcia.

Segurança pública e saneamento básico

Na manhã desta quarta-feira, 04-01, com a notícia policial veiculada na Rádio São Francisco FM de que uma família foi feita refém em Santa Clara, (veja na integra a matéria abaixo ) o prefeito do município de São Francisco de Itabapoana, Beto Azevedo ligou para a rádio e disse que já havia agendado uma reunião com o secretário de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame para pedir o aumento do efetivo da Policia Militar em SFI e mais veículos com tração nas quatro rodas para policiamento do litoral. A reunião está marcada para o próximo dia 12 de janeiro.

Na oportunidade indagamos do prefeito a respeito das obras da galeria de águas pluviais na Av. Joaquim da Mota Sobrinho (trecho da Caixa até o Detran) que represam as águas da chuva inundando as lojas ali localizadas.

Segundo o prefeito na próxima semana, após a audiência com Beltrame, ele viaja a Brasília com o objetivo buscar recursos para execução de um projeto de galerias pluviais no referido trecho. "Vamos conseguir a verba em parceria com o governo federal e, ainda este ano, resolver de vez o problema dos comerciantes", disse.

Outro projeto que pretende por em prática com ajuda de verba federal é com relação ao saneamento básico da cidade de São Francisco. "Vamos levando um projeto para viabilizar está importante obra para São Francisco de Itabapoana", concluiu o prefeito.

Comentário
Tanto o Blog quando a Rádio São Francisco FM, tem feito seu papel de imprensa debatendo com a comunidade os principais problemas de nossa cidade. Moramos aqui,e, queremos o melhor para todos. Vamos torcer para que o prefeito consiga estas verbas.

Agora fica a pergunta: não daria para executar esta obra com recursos próprios? Outra pergunta? Será que custa tão caro este projeto? O certo é que entra governo e sai governo e, as galerias pluviais, quando chove, continuam entupidas provocando o represamento de águas na Avenida Joaquim da Mota Sobrinho. Até quando?

Família mineira fica refém de bandidos em Santa Clara

Assalto aconteceu na noite de ontem e espalhou pânico para um grupo de 15 turistas

Uma família com 15 pessoas ficou na mira de assaltantes durante 45 minutos na noite desta terça-feira (04), em Santa Clara. Por volta das 23 horas, quatro elementos armados invadiram a residência onde o grupo veraneia, na Rua Carlos Diniz de Andrade, próximo à Pousada Cantinho da Vovó e fizeram todos reféns. Os turistas são de Belo Horizonte, MG, e entre eles há um idoso deficiente e crianças. Esse idoso e mais duas pessoas estavam dormindo na hora do assalto. Os bandidos invadiram a casa pela janela. As vítimas foram colocadas na sala, enquanto os criminosos faziam uma limpeza. Levaram jóias, celulares, notebooks, máquinas digitais, dinheiro, entre outros pertences. Ao final da ação os turistas foram trancados em um quarto. Uma das vítimas, Celma Lúcia de Oliveira Miranda, 47 anos, contou na 147ª Delegacia Legal de SFI que ouviu barulho de motos acelerando, e concluiu que eles fugiram em motocicletas. A polícia Militar está nas ruas desde a madrugada na tentativa de prender os assaltantes.

Tráfego na RJ-196 que liga Gargaú a Campos continua interditado

Moradores devem procurar outros caminhos para chegar no seu destino

A RJ196, estrada que liga Gargaú (SFI) a Campos, continua interditada. A água do rio Paraíba do Sul atingiu a pista desde a madrugada do último sábado (31/12).

A equipe do Site Ururau, foi até a estrada para tentar falar com algum morador das margens da pista, mas não foi possível o acesso ao local devido a quantidade de lama acumulada na pista.

Segundo informações do comandante do Batalhão da Polícia Rodoviária Estadual (BPRv), capitão Celso Alexandre, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER-RJ) disse que, por enquanto, não há possibilidade de escoar a água, por causa da cheia do rio, mas que permanecerão em alerta quanto qualquer eventualidade emergencial que venha ocorrer nas RJs.

O comandante comentou também que, o trecho que liga a estrada não tem pavimentação, o que o torna muito ruim e suscetível a acidentes.

“O problema começou durante a madrugada de sábado (31/12) para domingo (01/01), quando a estrada começou a inundar. A rodovia já está bem danificada e com a água só agrava a situação, além de ser extremamente perigosa”, mencionou Celso.

Ainda de acordo com o capitão, até a noite desta segunda-feira (02/01), a estrada continuava alagada. “Aproximadamente em torno de 50 cm de água se encontra na rodovia. Isso impossibilita a passagem de veículos leves”, finalizou. (Fonte: Ururau)

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Chuvas deixam pelo menos 350 desalojados em Nova Friburgo

Foto: site do jornal O Globo.

Rio de Janeiro – Pelo menos 350 pessoas estão desalojadas em Nova Friburgo, região serrana do Rio de Janeiro, por conta das chuvas que atingem a cidade há mais de 24 horas. Segundo o coronel João Paulo Mori, coordenador da Defesa Civil do município, esse é o número de moradores que foram atendidos nos 90 pontos de apoio montados pela prefeitura para receber a população em casos de riscos de enchentes ou deslizamentos. Ele acredita que o total de atingidos possa ser ainda maior, já que outras pessoas podem ter deixado suas casas e buscado apoio em residências de parentes ou amigos.

De acordo com o coronel, a Defesa Civil permanece em estado de alerta. “A chuva aqui é constante e, em alguns pontos, tivemos acumulado um volume superior a 100 milímetros. Isso é preocupante porque hoje Nova Friburgo é um município muito vulnerável. A Defesa Civil está totalmente de prontidão”, afirmou.

O coronel Mori informou que foram acionadas sirenes de alerta para risco de inundações e desabamentos em 14 das 20 comunidades que contam com o serviço. Segundo ele, o bairro de Córrego Dantas é o que mais preocupa as autoridades no momento.

“A situação ali merece maior atenção porque, além do problema das encostas, tem também o risco de enchentes”, explicou. O rio que passa pelo local transbordou na madrugada de hoje (2).

Ele acrescentou que 24 técnicos, dois caminhões e seis automóveis com tração nas quatro rodas da Defesa Civil estadual foram deslocados para reforçar os trabalhos no município.

Há um ano, mais de 900 pessoas morreram vítimas das enxurradas que atingiram a região serrana fluminense. (Com informações da Ag. Br)

Em Imburi chuva também alaga frente de comércio

Fotos: Pollyanna Carlos


Um colégio, uma loja de material de construção, quiosques localizados às margens da Rodovia Afonso Celso também foram afetados pelas fortes chuvas que caíram hoje em São Francisco de Itabapoana . Segundo a internauta Pollyanna Carlos, é comum quando chove as águas da chuva ficarem represadas no acostamento bem em frente as casas e o comércio.

"Toda vez que chove a água fica represada no acostamento dificultando a passagem dos pedestres e ciclistas. Além disso, os veículos passam em alta velocidade jogando água em quem tiver pela frente", diz Pollyanna que trabalha numa loja de material de construção e sempre recebe queixas dos clientes.

Segundo Pollyanna os moradores já organizaram um abaixo assinado solicitando a construção de um quebra-mola às autoridades, porém não obtiveram respostas.

"Para falar a verdade não sei se o quebra-molas seria a solução para esse problema, talvez sim pois tem uma escola ao lado da loja de material de construção. Mas, ainda sim, com a existência do quebra-molas a água continuará a juntar no acostamento", argumenta a internauta.

"Acho que a solução definitiva seria colocar algumas galerias e águas pluviais ou um bueiro", diz.

Forte chuva alaga trecho da principal Avenida de São Francisco

Fotos: Paulo Noel


Uma forte chuva que caiu em São Francisco de Itabapoana na tarde desta segunda-feira (02) alagou um trecho da Avenida Vereador Edenites Viana, a principal Avenida do Centro da cidade. Entre a Caixa Econômica e o Detran comerciantes apreensivos em frente das lojas torciam para a chuva diminuir, enquanto carros passavam pela via alagada ocasionando a entrada de água em algumas lojas, inclusive na agência da Caixa. É preciso uma solução para esse velho problema que vem tirando o sossego de comerciantes e alguns moradores da área atingida pelos alagamentos.

Nesse momento a chuvarada que caiu deu uma trégua, e voltou a chover fraco, aliás, desde a madrugada chove em todo município, com algumas pancadas mais fortes. Essa instabilidade no tempo era esperada pela meteorologia. Segundo o site Clima Tempo, o volume d’água previsto para esta segunda foi de 60 mm, muito para apenas um dia. Já nesta terça-feira (03), haverá sol com muitas nuvens durante o dia com períodos de nublado e chuva a qualquer hora, com volume d’água de 12 mm.

Bailão da Lagoa leva o título da Copa Society

O Bailão da Lagoa venceu o Nova Belém por 4 a 1 e conquistou o bi-campeonato (2010/2011) da Copa São Francisco Fechamento 2011. A decisão aconteceu na sexta-feira (30), no Complexo Esportivo Edenites Viana, em São Francisco ao lado do Ciep. E jogo decisivo não tem favorito. Apesar da melhor campanha da competição, de ter dois jogadores disputando a artilharia do torneio, Everson e Júnior, a equipe do Bailão da Lagoa encontrou um adversário que veio preparado para o jogo final. Nova Belém fez uma excelente partida, foi um adversário difícil de ser batido, e, após ter sofrido dois gols, continuou desenvolvendo o mesmo futebol que o levou à final. Tanto que esboçou uma reação marcando um gol e diminuindo a vantagem do Bailão. No 2º tempo o jogo ganhou em emoção e as oportunidades surgiram de lado a lado. Quem foi mais feliz nas conclusões acabou marcando e levando o título. Bailão da Lagoa conquista de forma brilhante o bi-campeonato, com o mesmo placar que foi derrotado na estréia, 4 a 1, justamente para Nova Belém. Após o apito final. muita comemoração dos bi-campeões.

“Registramos, além do excelente público, a presença do Prefeito de São Francisco de Itabapoana, Beto Azevedo, que participou da entrega dos prêmios às equipes finalistas. Também presente à final da Copa, o presidente da Liga de Futebol 7 de Campos dos Goytacazes, Hendrigo e seu irmão Thiago, que confirmaram um torneio em 2012 com a participação das equipes BAILÃO DA LAGOA e NOVA BELÉM representantes de São Francisco e o Campeão e Vice, da Copa Campos de Futebol 7”, destacou Hélio Alves, um dos organizadores da competição.

PARABÉNS AO BAILÃO DA LAGOA - BI-CAMPEÃO, NOVA BELÉM - VICE-CAMPEÃO E SANTA CLARA F.C. - 3º COLOCADO.

domingo, 1 de janeiro de 2012

Fim de festas: chuvas antecipam o retorno para casa de milhares de turistas

Veículos no sinal do trevo de chegada a São Francisco de Itabapoana. Muitos passageiros recorreram ao transporte alternativo que teve muito trabalho.



Final de semana por conta da festa de réveillon no litoral de São Francisco de Itabapoana foi de intenso movimento. Apesar da chuva fina que insistia em cair, as praias, na virada do ano, estiveram lotadas.

Em Santa Clara, mesmo com chuva, muita gente foi saudar Iemanjá a rainha do mar. A orixá goza de grande popularidade entre os seguidores de religiões afro-brasileiras, e até por membros de religiões distintas.

Pelo menos um grupo com seus membros trajados de branco, em circulo, celebravam com cantorias a rainha do mar no litoral de Santa Clara. Muitos depositaram variedades de oferendas, tais como espelhos, bijuterias, perfumes e flores.

Não faltou quem incluísse na celebração tradicional "Banho de pipoca" e as sete ondas que os fiéis, ou até mesmo seguidores de outras religiões, pulam como forma de pedir sorte à Orixá.

Chuva cessa na entrada do ano novo

Logo após as comemorações da passagem de ano, a chuva cessou. Em Guaxindiba, muitas famílias foram até a praia onde crianças e adultos se divertiam se confraternizando e caminhando pelas areias do mar.

Neste domingo, no primeiro dia de 2012, a maioria dos turistas decidiu antecipar o retorno às suas cidades de origem. A imagem, agora a noite, no trevo registrava um numero inferior de carros comparado com 2011. Mesmo assim, a Guarda Civil Municipal, através dos agentes de trânsito deram todo apoio aos motoristas no principal trevo de saída da cidade.

No Posto de Saúde do centro da cidade, uma técnica de enfermagem informou que no sábado a noite, foram registrados muitos casos de pessoas que procuraram o Posto passando mal por excesso de bebida alcoólicas. Fora isso, o plantão foi considerado tranquilo.

Queima de fogos em todas as
praias

Quando o relógio marcou meia noite em ponto, começou a queima de fogos e vários pontos das praias de São Francisco de Itabapoana desde Gargaú até Barra do Itabapoana, passando por Santa Clara, Sonhos, Sossego, Guaxindiba, Buena e Barra do Itabapoana. Quem estava no litoral dava para visualizar, também, a queima de fogos em São João da Barra.