Clique abaixo para ouvir a Rádio São Francisco direto no site

________________________________________________________

sábado, 5 de março de 2011

Valão Seco, em São Francisco, lugar da boa goiabada caseira

Goiabada em palhinha ou em tabletes, o sabor da tradição de mãe para filha
Dona Zeza exibe uma goiabada feita em forma própria.


A palhinha, que serve de embalagem para o doce, é originária da espiga de milho


Enquanto uma taxada da goiabada está em processo de produção, Dona Zeza cuida da embalagem do doce em tabletes.

.
A fabricação da goiabada caseira em Valão Seco, ainda é artesanal. “O que mudou para melhor, foi a substituição da pá, tipo remo de canoa, por um sistema mecanizado ligado a energia. O "remo" era utilizado para mexer a poupa da goiaba, no taxo ao fogo, até dar o ponto do doce". Quem conta, é a doceira Lucinéia Barros Campos, 52, proprietária da pequena fábrica. A mudança ocorreu há quatro anos.

Fábrica existe há 40 anos.
A fabricação de goiabada já existe há 40 anos, e começou com Dona Maria Madalena de Barros Campos, mãe de Lucinéia que também é conhecida por Zeza da Goiabada. A mãe de Zeza, a saudosa Maria Madalena, era tia do médico cardiologista Dr. Germano e faleceu no final de 2009, aos 104 anos. “Nós continuamos a fabricação para manter a tradição”, diz.

Em Valão Seco, uma comunidade às margens da RJ-224, em São Francisco de Itabapoana, existem pelo menos 10 pequenas fábricas caseiras de goiabada.

Na casa de Dona Zeza a fabricação é feita em um barraco no quintal da casa e, todos da família, ajudam: filhos, genro e irmão. “Cada um tem uma função”, conta dona Zeza.

Para cada taxada de goiabada, segundo a receita da fábrica, são utilizados 20 quilos de goiabas e dez de açúcar. Mas antes, do processo de fabricação, as goiabas são lavadas e descascadas. “Quando misturamos a polpa da goiaba com a casca, surge então a goiabada cascão que também é muito procurada”, diz.

Toda a produção é logo vendida.

“Graças a Deus vendemos muito aqui mesmo na fábrica. Mas, alguns tabletes e doces feitos com embalagens da palha da espiga de milho, são vendidos no comercio de São Francisco de Itabapoana e nas barracas na beira do asfalto na RJ-224”, diz Zeza.

O preço de fábrica fica mais em conta: um tablete sai por R$3, enquanto no comércio chega a ser vendido a R$5 reais.

Região dos Lagos também compra a goiabada de Valão Seco
Cabo Frio, Rio das Ostras e Campos são algumas das cidades cujos moradores, apreciadores da goiabada, já experimentaram o sabor da delicia produzida em Valão Seco.

Se você gosta de goiabada e quiser experimentar o sabor da goiabada caseira de Valão Seco tem duas opções: comprar na fábrica ou nas barraquinhas localizadas às margens na RJ-224 em Imburi. É só pedir a famosa goiabada de Valão Seco.

No momento em que a reportagem do Blog chegou a fábrica de Dona Zeza, o taxo estava com o doce quase no ponto e, uma outra taxada, já estava sendo preparada. “É que toda produção vende muito rápido”, concluiu.

A equipe que trabalha na fabricação é composta do genro Jorge Luiz dos Santos Junior que só pode ajudar quando está desembarcado da plataforma marítima na Bacia de Campos; o filho Laércio Campos Nogueira, o Dedé , e mais dois ajudantes que não estavam no momento da reportagem. O Jorge Luiz disse que sempre que retorna a plataforma, onde presta serviço para uma empresa terceirizada, os colegas encomendam as goiabadas. "Até em alto mar a goiabada de Valão Seco também faz muito sucesso", conta Jorge Luiz.

Status abre o carnaval de São Francisco em clima de muita alegria

Varias alas de destaque arrancaram aplausos do público.
Escola de samba entrou na Avenida já de madrugada.
O carnavalesco "Jô Cabeleireiro" foi destaque na última alegoria






Uma hora da madrugada e a Escola de Samba Acadêmicos do Status ainda estava na Avenida Joaquim da Mota Sobrinho. Foi o desfile de abertura do carnaval de São Francisco de Itabapoana que, hoje, sábado, 05, prossegue pelas praias de Barra do Itabapoana, Manguinhos, Sossego, Guaxindiba, Santa Clara e Gargaú.

No desfile do Acadêmico do Status que tem como coordenador e presidente Josuel Albernaz, o “Jô Cabeleireiro” como é conhecido, o carnavalesco mostrou um carnaval com muita garra das passistas e beleza das alegorias e fantasias. “É um carnaval diferente, onde buscamos através da criatividade aliado aos poucos recursos financeiros fazer o melhor na base da boa vontade de todos”, diz Jô.

Mas, apesar das dificuldades o carnaval teve uma abertura que encantou ao público. A agremiação, que há 21 anos faz parte da folia no município.
.
Império de São Francisco

Logo em seguida, a escola de samba “Império de São Francisco” apresentou em seu desfile uma homenagem à cidade. As letras do seu samba de enredo enaltecem São Francisco e falavam das belezas naturais do litoral e da vocação regional: a agricultura. Ainda na escola, se destacou a apresentação do bloco “Folia” que desfilou mostrando a alegria do povo de São Francisco.

O grupo capixaba “Banda Santarens” encerrou a festa com muito axé no trio “Folião”.

Folia, Tradição e Alegria, em São João da Barra começa o melhor carnaval do interior do Estado


Avenida repleta de foliões, música no trio, palco iluminado. Às 22h a prefeita Carla Machado deu início à folia sanjoanense, que só termina na terça-feira, quando o último folião deixar a passarela, no Centro da cidade.
Fotos: Paulo Sergio Pinheiro.





Acompanhada do vice-prefeito, Dodozinho Mendonça, da Rainha do Carnaval Israely Mendonça e da Musa Taiane Barreto, Carla Machado abriu a festa desejando a todos um carnaval com muita paz e alegria. Em seguida, a prefeita passou ao Rei Momo Tonicão a chave da cidade, solenidade sempre presente na abertura.

- O carnaval é uma das festas mais esperadas pelo povo de São João da Barra e também pelos turistas e veranistas. Os cinco dias de festa aqui serão contagiantes e divertidos. Serão cinco dias de pura alegria e muita paz, disse Carla.
Em seguida foi inaugurada a iluminação da Avenida do Samba e Janine Gaia, vencedora do 1º Concurso de Marchinhas Carnavalescas interpretou a canção “Amor de Carnaval”, passando o comando da festa de Momo à tradicional Bandinha 2001, que apresentou as antigas marchinhas de carnaval.

A noite continuou com o bloco Eu Soube, acompanhado pelo DJ Romero Já. Depois veio o grande momento, com a apresentação de Alexandre Pires. O cantor subiu ao palco à meia noite levando as mais de 50 mil pessoas presentes ao delírio com a canção “Pode Chorar”. Disposição, talento e carisma marcaram o show do mineirinho Alexandre Pires, que por mais de duas horas encantou os foliões.

O primeiro dia de carnaval ainda contou com a passagem do bloco Diga Q Valeu e a banda TB6, que se apresentou até o amanhecer. A programação prossegue hoje com os tradicionais desfiles de blocos e o show de Elymar Santos. Assim como tem feito desde 2006, a Prefeitura organizou uma extensa programação, que acontece também em Atafona, Grussaí, Barcelos, Açu, Do Outro Lado da Lagoa e Iquipari.

Para o Carnaval a Prefeitura de São João da Barra montou um esquema especial de segurança, que conta com homens de apoio de empresas privadas, além do efetivo reforçado da Guarda Municipal. A Polícia Militar também deslocou um contingente específico para os dias de folia, a fim de garantir a paz e a segurança daqueles que gostam de curtir a festa.

O esquema de emergência também foi melhorado, com ambulâncias e UTIs móveis, que montaram bases próximo à passarela do samba e no Pronto Socorro, que fica na Santa Casa de Misericórdia de São João da Barra. Além disso, todos os postos de saúde, nos bairros e distritos contam com ambulâncias e equipes de plantão. (Matéria da Ascom - SJB - jornalista Nelita Campos)

sexta-feira, 4 de março de 2011

Operação carnaval nas estradas começa com o primeiro acidente na BR-101

Patrulheiros da Polícia Rodoviária Federal foram os primeiros a chegar



Hoje, 04, sexta-feira, por volta das 14 horas, ocorreu o primeiro acidente do início do feriado prolongado de carnaval. Foi na BR-101, trecho próximo a passarela. Um Gol modelo caixote, placa MPQ- 0140 – placa de Linhares ES, engavetou atrás de um ônibus da empresa São João. Segundo o motorista, o ônibus estava estacionado no acostamento aguardando a descida de passageiros. O motorista do Gol, não conseguiu desviar do ônibus e acabou entrando na traseira do veículo.

Embora preso as ferragens o motorista estava lúcido e, conversava com os patrulheiros e populares. O socorro (resgate da concessionária da autopista) demorou cerca de 10 minutos para chegar. O motorista foi levado para o Hospital Ferreira Machado. Este blogueiro passava pelo local, no exato momento do acidente, e fez estas imagens como alerta para os foliões. Vamos devagar, atendo as sinalizações e não beber enquanto estiver dirigindo.

Carnaval nas Praias: divulgada programação de shows


Clique na tabela para ampliá-la
Enviada pela Ascom-SFI

Alunos da Apae curtem a alegria do Carnaval




A APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) de São Francisco de Itabapoana realizou na manhã desta sexta-feira (04) o “2º Carnaval com a FIA é mais alegria”. Em uma atmosfera de muita alegria e descontração, alunos, pais, amigos e funcionários da Instituição se fantasiaram e se divertiram ao som de muito samba e marchinha de carnaval.

A presidente da APAE, Silvana Coutinho, contou com o apoio de amigos e patrocinadores no evento, que já está no segundo ano consecutivo. “Foi com muita felicidade que organizamos o Carnaval dos queridos alunos. Para o próximo prometemos ainda mais emoção”, disse Silvana.

Feitiço é o enredo da Unidos da Chatuba em SJB



Principal atração da segunda-feira de carnaval em São João da Barra, a Escola de Samba Unidos da Chatuba entra na avenida à meia-noite para levar ao público o enredo Feitiço. Na composição do desfile, quatro carros alegóricos e 300 componentes divididos em três alas denominadas “Império Romano”, “Destruição da Amazônia” e “Nega Maluca”.

Acumulando as funções de presidente e carnavalesco da agremiação, que esse ano completa seu 23º carnaval, Ricardo Lopes explica o que o enredo realmente deseja apresentar na avenida. “O feitiço não fará alusão a bruxaria nem a magia. E ideia é mostrar o feitiço como forma de prender a atenção do próximo”.

Seguindo esse raciocínio, o carnavalesco pretende destacar personagens do império romano como Cleópata e Nero “Com a figura de Cleópata, iremos mostrar o feitiço para seu próprio benefício, devido ao seu poder de encantamento que acabava por conquistar imperadores. Já Nero é o retrato de quem se enfeitiçou com a própria soberba, chegando ao ponto de pôr fogo em uma cidade para construir outra”, explicou o carnavalesco.

A Amazônia, como símbolo daquilo que pode atrair olhares tanto de admiração quanto de cobiça, e o carnaval, representando a ilusão que encanta pessoas em várias partes do mundo, também serão retratados pela Unidos da Chatuba.

A escola iniciou intensificou os trabalhos no barracão a partir de janeiro e conta com 38 pessoas trabalhando de forma intensa nessa reta final. A maior parte da verba para colocar o carnaval na avenida vem da subvenção concedida pelo poder público municipal, no valor de R$ 126 mil.

Além das quatro alegorias, um tripé e das três alas, a escola contará com a desenvoltura do casal de mestre-sala e porta-bandeira Zequinha e Franciele. À frente da bateria com seus 70 integrantes, estará a madrinha Thais Malhardes. A musa da escola é a jovem Carlatriz Lopes.

Para surpreender público durante os 90 minutos do desfile, Ricardo Lopes aposta nos efeitos especiais e nas peças, segundo ele, muito bem adereçadas para chamar a atenção dos foliões. “Do mais, é torcer para que dê tudo certo e para que todos gostem do que iremos apresentar.”, concluiu.

Maurício Barreto – Secom-SJB

Sucesso na folia de carnaval no Centro de Convivência em SFI


Animação, dança e muita alegria marcaram a folia de carnaval que aconteceu nesta quinta-feira (03/03), no Centro de Convivência, no centro de São Francisco de Itabapoana. O evento reuniu o secretariado municipal e suas equipes e ainda contou com a participação de um grande público da terceira idade. A festa foi organizada pela secretaria de Promoção Social e aconteceu nas novas instalações do Centro de Convivência da Terceira Idade Nágeme Jorge Abílio.

A festa teve como tema “Carnaval à Moda Antiga, Carnaval da Vida” e foi animada pela apresentação do grupo campista “Reinaldo banda Show” que tocou diversas marchinhas de carnaval. Também foram apresentadas as danças indiana, cigana e do ventre pela dançarina Elizângela Rangel, de Araruana. Na ocasião, os presentes saborearam comidas típicas, entre elas o carrapito: doce antigo feito de mamão ralado e coco.

Para a moradora do Estreito, Catarina Maria da Silva (62 anos), graças ao governo municipal, hoje ela pode participar do Centro de Convivência. “No início, eu passei a visitar as reuniões da terceira idade para levar a minha mãe Maria das Dores (87 anos), por indicação dos próprios médicos. Hoje, até meu marido frequenta. Graças ao governo municipal, que nos disponibiliza o transporte gratuito na porta da nossa casa, não perdemos mais as oportunidades”, comentou Catarina.

A secretária de Promoção Social, Fátima Ornelas, fez agradecimentos. “Estou imensamente grata pela participação de todos. A casa está lotada! Acreditamos que com a vinda das reuniões para o centro da cidade, o número de frequentadores aumente ainda mais”, disse a secretária.

Estrutura do Centro de Convivência

A coordenadora do Centro de Convivência, Andréia Marques de Almeida, falou da estrutura do prédio. “O espaço é muito amplo e dividido em diversas partes para comportar melhor as atividades. As salas servirão para realização de oficinas de leitura, artesanato e atividades físicas, além de salão de beleza e de jogos. Nossa intenção será aproveitar a parte interna do terreno, que possui muitas árvores frutíferas, para montarmos uma grande horta”, disse a coordenadora.

As reuniões do Centro de Convivência acontecem de segunda a quinta, das 13h às 17h.

Ascom-SFI

Trânsito muda para o carnaval de São Francisco


A Emtransf (Empresa Municipal de Trânsito) divulgou o esquema montado para o trânsito no Centro de São Francisco (abertura do Carnaval) e Avenida Oswaldo Resende (para os quaro dias de folia) em Santa Clara.

São Francisco

Quem chegará nesta sexta-feira (04), a partir das 20 horas, em São Francisco, vindo de Campos, encontrará um desvio no portal da cidade. Entretanto, dependendo do fluxo de veículos à tarde, e se julgar necessário, a Emtransf realizará esse procedimento já às 15 horas. O desvio será feito pela variante ao lado da Agência Beto Car, antes do Portal (foto ao lado), em direção à Rua Antônio Pinheiro Filho (rua do Ciep). Passado o Ciep, o motorista entra à esquerda e chega a uma variante que dá acesso à Rua Melinda Pinheiro Acruche (Rua da Raia), e em seguida encontra a Avenida Vereador Edenites Viana.

No sentido praias-centro, a partir das 20 horas, a Avenida Edenites Viana estará interditada na altura da Caixa Econômica. O trânsito será desviado pela Rua Lions Club. O motorista que pretender ir para o interior do município ou para Campos terá de transitar pelas Ruas Daud Salomão Acruche e Júlio Gomes Marinheiro (rua da Cedae), e retornar pela Avenida Vereador Edenites Viana.

Santa Clara

Na Praia de Santa Clara, a Avenida Oswaldo Resende (Av. Principal) ficará interditada das 14 horas à meia-noite, de sábado (05) até a terça-feira (08), no trecho compreendido do início da Avenida até o Circo da Vida. O trecho é utilizado como circuito para desfile dos blocos carnavalescos.

Status se prepara para brilhar na avenida


O carnavalesco Josuel Albernaz abriu as portas do barracão da Escola de Samba Acadêmicos do Status, e mostrou ao blog os preparativos para o desfile que abre o Carnaval em São Francisco de Itabapoana na noite desta sexta-feira (04). Muito luxo e beleza mesclados com criatividade e força de vontade em apresentar um desfile que promete encantar a quem comparecer na Avenida Edenites Viana. A agremiação, que há 21 anos faz parte da folia no município, revive este ano um enredo de sucesso em 2007: “A estação das flores”. Confira as imagens dos preparativos para o grande desfile: