Clique abaixo para ouvir a Rádio São Francisco direto no site

________________________________________________________

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Campanha da Fraternidade 2015 quer aprofundar diálogo entre Igreja e sociedade

A Confederação Nacional  dos Bispos do Brasil (CNBB) lançou dia (18), quarta-feira, a Campanha da Fraternidade 2015. O tema escolhido este ano é Fraternidade: Igreja e Sociedade e o lema "Eu vim para servir". A ideia é aprofundar, a partir do Evangelho, o diálogo e a colaboração entre a Igreja e a sociedade como serviço ao povo brasileiro.

A campanha propõe ainda buscar novos métodos, atitudes e linguagens na missão da Igreja de levar a palavra a cada pessoa. O secretário-geral da CNBB, dom Leonardo Ulrich Steiner, lembrou que o momento escolhido para o lançamento da campanha – o início da Quaresma – é considerado de extrema importância para a Igreja. "Queremos ajudar a construir uma sociedade mais humana e mais divina", disse. "Sermos pessoas de fermento na massa. Esse é o desejo da campanha."

Para a secretária executiva do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs, pastora Romi Márcia Bencke, a campanha destaca a necessidade de promover o debate de valores éticos e também do papel missionário da Igreja. "O tema da campanha deste ano nos desafia para uma ética global de responsabilidades. Nos ajuda a refletir sobre o nosso papel enquanto igrejas e enquanto religiões."


Por fim, o presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, Marcos Vinícius Furtado, defendeu medidas urgentes para a proteção e o acolhimento aos mais pobres e uma reforma política no país. "A luta por dignidade, justiça e igualdade é o elo que deve nos unir", disse. "Precisamos dar um passo adiante na atual situação de um sistema político desigual. Há a Necessidade de todas as instituições de participarem desse esforço em busca de um sistema político igualitário."

Associação de moradores promove reunião para debater uso da água na agricultura em SFI

Na próxima terça-feira, às 15 horas na sede da Ampamac Associação de Moradores e Produtores Agrícolas de Macuco de São Francisco, em SFI, acontece reunião com a participação dos principais órgãos municipais ligados a agricultura e do Instituto Estadual do Ambiente - INEA.


Segundo o presidente da Ampamac, Carlos Junior, será abordado na reunião, o uso da água na agricultura. “Contamos com a presença dos agricultores, para tirarem suas dúvidas com relação ao uso da água e o que está sendo feito pelos órgãos reguladores para seu uso”, diz. 

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Desabamento de imóvel interditado em Atafona fere casal

Na Foz no Rio Paraíba do Sul o mar continua castigando o Pontal
  
Fotos: Felipe Cruz Siqueira/internauta/Ururau.

Um casal ficou ferido após o teto de um imóvel desabar por volta das 20h dessa quarta-feira (18/02), em Atafona, em São João da Barra. O local estava interditado por conta do avanço do mar.

O casal teria entrado na residência durante a noite e com o avanço do mar, uma parede e o teto da casa desabaram atingindo os dois. Eles sofreram escoriações e foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros para o Hospital Ferreira Machado (HFM).

De acordo com a Defesa Civil do município, o imóvel estava interditado há cerca de quatro meses e estava devidamente sinalizado, com placas e barricadas.

O coordenador da Defesa Civil, Adriano Martins, disse que em alguns pontos o mar chega a avançar cerca de dez metros e que toda extensão do trecho da antiga caixa d’água até o Pontal todas as casas estão interditadas.

Segundo Adriano, somente este ano três famílias já foram retiradas de seus imóveis por conta do risco de desabamento.

A Defesa Civil alerta para que as pessoas respeitem as sinalizações para não correr perigo. “A gente pede para que as pessoas não adentrem nessas casas, e nem aproximem com carros para tirar fotos”, ressaltou Adriano.


A assessoria de imprensa do HFM informou que as vítimas, identificadas como C.J.B.O., 47 anos, e N.M., de 53 anos, estão estáveis no repouso. (Postado por: STELLA FREITAS Fonte: URURAU )

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Beija-Flor ganha o carnaval do Rio com um enredo sobre a Guiné Equatorial


Com o enredo “Um Griô Conta a História: um Olhar sobre a África e o Despontar da Guiné Equatorial. Caminhemos sobre a Trilha de Nossa Felicidade", a Beija-Flor é a grande campeã do carnaval do Rio em uma disputa ponto a ponto com o Salgueiro, conseguindo somar 269,9 pontos.

A escola de samba de Nilópolis, na Baixada Fluminense, foi a terceira a desfilar no Sambódromo, já na madrugada de terça-feira (17). A Beija-Flor esbanjou sua tradicional riqueza de detalhes em um desfile sobre a Guiné Equatorial, lançando um olhar mais específico sobre a África.

Uma série de símbolos da cultura do país africano foi mostrada na Marquês de Sapucaí, como os griôs, anciãos da África Ocidental que tinham a responsabilidade de estudar e reproduzir os saberes do povo. A colonização europeia e a escravidão foram outros temas abordados pela escola, que encerrou o desfile destacando os laços culturais entre a Guiné Equatorial e o Brasil.


O diretor de Carnaval da escola, Laíla, ficou muito emocionado quanto a nota no quesito Evolução, que confirmou o campeonato, foi lida e caiu de joelhos na Praça da Apoteose, agradecendo à comunidade da Baixada Fluminense pela vitória. "Obrigado a minha bateria, obrigado meu povo. Eu amo o carnaval e amo o que faço", disse, chorando. (Ag. Brasil)

Operação Lei Seca aborda 5.597 veículos durante esquema especial de Carnaval

Ao todo, foram realizados 4.705 testes do etilômetro.


A Operação Lei Seca (OLS), da Secretaria de Estado de Governo, abordou 5.597 veículos durante o esquema especial de Carnaval, realizado entre sexta-feira (13/2) e terça-feira (17/2).


Ao todo, foram realizados 4.705 testes do etilômetro, com 441 casos de alcoolemia e 373 CNHs (Carteiras Nacionais de Habilitação) recolhidas. As ações resultaram em 1.260 veículos multados e 184, rebocados. As ações de Carnaval contaram com todo o efetivo da Operação Lei Seca, que soma 250 agentes.

Durante o feriadão, foram realizadas operações inclusive durante o dia, nas saídas das praias e no interior do estado. As equipes também atuaram no Sambódromo, nos desfiles de blocos e intensificaram as ações de conscientização nas ruas, para alertar sobre o perigo da mistura álcool e direção. A Operação Lei Seca é uma campanha educativa e de fiscalização, de caráter permanente, lançada em março de 2009, pela Secretaria de Estado de Governo do Rio de Janeiro.

Desde então, em todo o estado, até a madrugada de 18 de fevereiro de 2015, 1.785.399 motoristas foram abordados, 350.816 foram multados, 72.325 veículos foram rebocados e 126.786 motoristas tiveram a CNH recolhida. Um total de 134.565 condutores sofreu sanções administrativas, sendo que 4.411 deles também sofreram sanções criminais. Os agentes realizaram 1.560.897 testes com o etilômetro.

Gesto de honestidade

Bicicleta furtada no centro foi abandonada em canavial em SFI. Quem achou devolveu sem exigir gratificação.
  
Regiane com o pai, o pipoqueiro seu Russo.
Uma bicicleta foi furtada na tarde de terça-feira de carnaval, 17, por volta das 18 horas, no centro da cidade. O ladrão, talvez arrependido, decidiu por jogá-la em um canavial. Um morador, próximo à Rua do CIEEP, Seu Carlinhos, foi quem achou e comunicou a Rádio São Francisco FM. Após divulgação, a dona de bicicleta compareceu à emissora onde fez contato pelo telefone dando as características da bicicleta que lhe foi devolvida.

Regiane Caldeira Cruz que mora na Rua do Dil disse que está pagando prestações no valor de R$110 pela compra da bicicleta. “Faltam ainda três prestações. Graças a Deus o seu Carlinhos, uma pessoa honesta, achou e nos devolveu”, disse.

Regiane contou ainda que havia emprestado a bicicleta ao seu pai, um pipoqueiro que trabalha no centro da cidade. Seu Russo, o pai de Regiane, contou que foi tudo muito rápido. “Cheguei à Praça de São Francisco no centro, estacionei a bicicleta e, quando voltei de uma conversa com amigos, em menos de cinco minutos, a bicicleta foi furtada”, disse agradecendo muito a pessoa que devolveu. “Ainda quis dar uma gratificação de R$50 e ele não aceitou”, disse.


De acordo com o artigo 155 do Código penal, a pena para quem furta é de um a quatro anos de cadeia.

Foi mais um trabalho de utilidade pública da Rádio São Francisco FM em prol da comunidade. 

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Mais um corpo é encontrado em navio-plataforma após explosão

 Enquanto isso, aumenta angustia dos familiares de Tiarles Santos, 25 anos, morador da localidade de São Domingos, zona rural de São Francisco de Itabapoana que ainda está desaparecido. Os irmãos de Tiarles,  Tiago e Abel, continuam em Vitória a espera de notícias.

Corpo ainda não foi identificado
Mais uma vítima da explosão do navio-plataforma FPSO Cidade de São Mateus foi encontrada morta. Com isso, chega a seis o número de trabalhadores que morreram no acidente com a embarcação, ocorrido na última quarta-feira (11).

A localização do corpo foi informada na noite desta segunda-feira (16) pela BW Offshore, dona do navio, a familiares dos quatro trabalhadores desaparecidos. No entanto, o corpo estaria de bruços e em local de difícil acesso. Nesta terça-feira, o corpo foi retirado da embarcação e encaminhado ao DML.


O Sindicato dos Petroleiros (Sindipetro-ES) também confirmou a localização do corpo do sexto trabalhador e informou que ele estava na sala de máquinas intacto e com máscara balaclava, equipamento de proteção individual para proteger do calor, o que pode indicar que era integrante da brigada.

Seis dias após o acidente, ainda não há informações sobre o que pode ter provocado a explosão na plataforma.


Equipes continuam trabalhando para vedar uma estrutura denominada de caixas de mar. O trabalho é necessário para que seja bloqueado o fluxo de água dentro da casa de máquinas. O compartimento está inundado e precisa ter a água bombeada para que os socorristas tenham acesso a locais onde podem estar os desaparecidos. (Da redação com informações da Gazeta Online)

Na volta para casa, carro capota e fere casal na RJ-224 em São Francisco de Itabapoana

Feridos foram atendidos no Hospital Municipal Manoel Carola. Placa de sinalização do DER indicando limite máximo de 60 Km foi  arrancada do lugar com o impacto do veículo. 


Um carro Fox que seguia pela Rodovia RJ-224 sentido Travessão de Campos, vindo das praias do litoral sanfranciscano, capotou por volta das 19h30m desta terça-feira de carnaval, 17-02, após a localidade de Santa Rita em São Francisco de Itabapoana. 

Segundo populares, o motorista do veículo teria perdido o controle de direção ao passar pelo quebra-molas. “Ele atravessou a pista, capotou e foi parar em um barranco às margens da Rodovia”, disse um morador que não quis se identificar.

O Corpo de Bombeiros de Campos dos Goytacazes, chegou a ser acionado. Mas segundo policiais do Batalhão de Polícia Rodoviária do Estado do Rio de Janeiro, posto de Imburi, quando as viaturas do Bombeiros chegaram, o casal já havia sido retirado do interior do veículo com ajuda da equipe do resgate da saúde.


Com ferimentos leves, o casal foi levado para o Hospital Manoel Carola em Ponto de Cacimbas, distrito de SFI. “O motorista saiu do acidente sentido tonteiras por causa do acidente, mas nada de grave”, disse um policial. 

Polícia Militar apreende drogas e prende um por porte ilegal de arma em Santa Clara


Drogas estavam em terreno baldio
A Polícia Militar vem atuando para combater a criminalidade neste verão em São Francisco de Itabapoana. Nesta segunda-feira de carnaval, 16/02, na Praia de Santa Clara, duas denúncias anônimas resultaram em mais duas ocorrências bem sucedidas para a PM, a primeira, apreensão de drogas e a segunda uma prisão por porte ilegal de arma.

À tarde, Policiais Militares chegaram até um terreno baldio na Praia de Santa Clara, no Bairro da Caixa D’Água. A informação era de que traficantes haviam escondido a droga no terreno. A Polícia foi ao local e, ao vasculhar, verificou marcas na terra. Ao cavarem o local encontraram drogas. Foram apreendidas 34 papelotes de cocaína e 121 buchas de maconha.

Homem foi preso com essa pistola
Em outra ação, durante a madrugada, por volta das 3 horas, na área do palco de shows, a polícia prendeu um homem em flagrante por porte ilegal de arma. Os policiais receberam a denúncia, identificaram o acusado e ficaram o observando por alguns minutos. Em momento oportuno os PMs fizeram a abordagem, e, para a surpresa das pessoas ao redor, o homem, um jovem de aproximadamente 25 anos, morador no Parque Guarus em Campos, estava portando uma pistola 380 milímetros. Ele foi preso em flagrante.

No domingo, 15-02, policiais militares do DPO de Santa Clara, prenderam dois homens suspeitos de tráfico de drogas. Com eles a Polícia apreendeu um tablete e uma bucha de maconha, além de R$ 242,00. Os homens detidos, D.A.M. 19 anos e R.C. S. 26 anos, acabaram sendo tratados como usuários de drogas, já que a quantidade de drogas não atingiu o mínimo para ser considerado tráfico de entorpecente.

O comandante da 3ª Companhia de Polícia Militar, Tenente Carmo, disse ontem ao Blog que a Polícia Militar vem trabalhando muito para diminuir as ações da criminalidade. Ele desmentiu também um boato que circulou em São Francisco de Itabapoana, de que no domingo, 15-02, dois tiros teriam sido disparados durante um arrastão com trio elétrico em Santa Clara.

Litoral de SFI lotado no último dia de carnaval

"Nunca vi tanta gente no litoral de SFI", disse uma internauta ao blog nesta manhã de terça, 17, último dia de carnaval.  A internauta da Praia de Buena, Edilene, comentou que na Praia de Guriri não viu salva vidas. "Uma criança se afogou e foi  salva por banhistas", revela. Como o litoral está superlotado de turistas e veranistas recomenda-se máxima atenção dois pais. 

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Lavrador morre após perder o controle da moto e colidir com árvore em Pingo D’Água



Um lavrador, vítima de acidente com moto na localidade de Pingo D’Água, Zona Rural de São Francisco de Itabapoana, morreu na manhã desta segunda-feira, 16/02, no Hospital Municipal Manoel Carola.

O alagoano Joarez Almeida da Silva (foto), 36 anos, perdeu o controle de sua moto e colidiu com uma árvore, por volta das 23 horas deste domingo, 15-02.

O Resgate Municipal, unidade de Ponto de Cacimbas, foi acionado e compareceu ao local. Joarez deu entrada por volta de 00h15 no Hospital Manoel Carola, não resistindo aos ferimentos e falecendo na manhã de hoje.

Segundo populares, antes do acidente Joarez foi visto em um bar de Pingo D'Água, o que pode ter indicado que ele consumiu bebida alcoólica antes de pilotar a moto.

Joarez, assim como tantos nordestinos, veio para São Francisco de Itabapoana trabalhar no corte de cana e resolveu permanecer no município. Moravam com ele a esposa e a filha. Segundo um morador de Pingo D’Água, que falou com o Blog, Joarez era uma pessoa calma e trabalhadora. Ele residia na localidade há cerca de 6 anos.

Petrolão: este enredo não pode terminar em samba


É madrugada de carnaval. Lá fora, na Avenida, o som da bateria, aliado ao trio elétrico, é um misto de alegria, confusão e agressão aos tímpanos. Mas é carnaval! A maior festa popular do país. A beleza e o luxo dão o toque especial na alegria dos milhares de turistas que assistem extasiados ao que os brasileiros, mesmo em tempos de crise, gostam e sabem fazer. Cada letra de samba-enredo, seguida à risca nas demais alas, alegorias e comissão de frente nos contagiam.

Mais uma escola de samba na concentração à espera da entrada na Avenida. Para quem já assistiu à dezenas de carnavais, sabe que tudo tem fim, menos a esperança do povo brasileiro.

Do “Mensalão” ao “lava jato”, só após a quarta-feira de cinzas para começar outro espetáculo impróprio para menores de idade. É que o Brasil assiste também ao desfile da Escola de Samba Unidos da Corrupção. Será que vai dar samba?

Está institucionalizada a roubalheira e fica a sensação de que o povo já sambou. Na tevê o espetáculo não pode parar, a vida continua, o mundo não acaba, mas fica a dúvida dos brasileiros, cansados de assistir à tantos descalabros, haverá punição? Para um país em que tudo termina em samba, talvez não.

Mas deixa a alegria continuar, faltam poucos dias para a festa acabar e “este ano não vai ser igual aquele que passou”, diz a marchinha. Esperamos que não. Preparem os tímpanos, coloquem protetor auditivo, vem muito barulho por aí, após ao carnaval.  Esse sim, um barulho que incomoda, se, ao final do show, a escola de samba Brasil não ganhar nota 10.