Clique abaixo para ouvir a Rádio São Francisco direto no site

________________________________________________________

sábado, 3 de abril de 2010

Consumidores que deixaram compra de ovos de Páscoa para última hora lotam lojas na capital

Brasília – Consumidores que deixaram para a última hora as compras de ovos de Páscoa lotam as lojas em Brasília. Segundo os lojistas, o movimento está acima do esperado.

Dono de cinco franquias de uma loja de chocolates finos, Giovanni Romano, afirmou que, até o momento, as vendas já foram 13% maiores que na Páscoa do ano passado.

“Nós acreditamos que com o movimento de hoje vamos atingir a marca esperada de 18% de crescimento em relação ao último ano”, disse o empresário.

Segundo ele, essa é a meta de toda a rede no Brasil, mas, em Brasília, o valor das vendas costuma ser mais alto. “Ainda não sei como foi nos outros estados. Mas nós temos um tíquete médio mais alto que a grande maioria das outras capitais”, explicou Romano, que conta com as compras de última hora para chegar ao crescimento de vendas esperado.

Para a dona de uma franquia de outra rede de chocolates, Luana Maia, as vendas também estão maiores que o ano passado. “Alguns ovos já se esgotaram e hoje ainda esperamos um movimento muito grande. Muitos clientes deixam as compras para última hora”, disse a empresária.

Ela não sabe avaliar ainda de quanto deve ser o crescimento nas vendas, mas garante que já é possível sentir pelo movimento de clientes que os índices devem subir. “Pela quantidade de pessoas na loja, pelo valor das compras, que está maior, dá para perceber que está mais aquecido. Tivemos muitas filas desde quarta-feira”, conta a lojista. (Agência Brasil )

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Estudante de Gargaú morre em acidente de moto em Santa Clara

Acidente aconteceu por volta das 02h48m da madrugada desta sexta-feira em Santa Clara



O comerciante Beto Miranda indica o local onde a moto foi parar após derrapar na curva do Colégio Estadual Agostinho Chryzando de Araújo em Santa Clara.
.
O estudante do Colégio Estadual Agostinho Chryzanto de Araújo, Roney da Silva Araújo, 19, morador em Gargaú, que cursava o primeiro ano do ensino médio, morreu vítima de acidente de moto na madrugada desta sexta-feira, 02-04, por volta das 02h48, na RJ-196, bem na curva em frente ao colégio onde estudava em Santa Clara. Roney chegou a ser socorrido pelo resgate da secretaria de Saúde de SFI, mas não resistiu aos ferimentos, e faleceu no Hospital Ferreira Machado, onde está internado seu colega Rogério Barreto Dutra, 22, filho de Olivan e Regina, também de Gargaú. Rogério pilotava a moto no momento da queda. Os dois seguiam com destino à praia de Gargaú, quando bem na curva do colégio Rogério perdeu o controle de direção da moto Honda Titan CG 125 prata, placa LOT-4061/RJ, e foi parar fora da pista. Ao cair Roney teria batido com a cabeça em uma pedra. O corpo do estudante foi sepultado neste sábado, 03/04, às 10 horas, no cemitério de Gargaú. A ocorrência foi registrada na 147ª DP de SFI.

Os abusos em nome de Deus

Olá caros internautas. Sexta-feira da Paixão, muita gente viajando, outros aproveitando o feriado prolongado. Mas não dá para esquecer que esta data representa muito mais do que um momento de fé. Momento de reflexão do sofrimento, martírio, morte e ressurreição de Jesus Cristo. Dentro deste contexto, ainda infelizmente encontramos muitos “fariseus” por aí que continuam confundindo os ensinamentos Dele. Navegando pela internet, encontrei uma entrevista de Marília de Camargo César a Revista Época no Blog do Eliel Gaby e resolvi compartilhar com vocês. Feliz páscoa para todos e boa leitura.
.
Marília de Camargo César, 44 anos, jornalista, editora assistente do jornal O Valor, formada pela Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero, em seu livro de estréia - Feridos em nome de Deus (editora Mundo Cristão) relata os danos do assédio espiritual cometido por alguns "líderes religiosos".

Acompanhe abaixo a entrevista que Marília de Camargo César concedeu a Revista Época:

ÉPOCA – Por que você resolveu abordar esse tema?

Marília de Camargo César – Eu parti de uma experiência pessoal, de uma igreja que frequentei durante dez anos. Eu não fui ferida por nenhum pastor, e esse livro não é nenhuma tentativa de um ato heroico, de denúncia. É um alerta, porque eu vi o estado em que ficaram meus amigos que conviviam com certa liderança. Isso me incomodou muito e eu queria entender o que tinha dado errado. Não quero que haja generalizações, porque há bons pastores e boas igrejas. Mas as pessoas que se envolvem em experiências de abusos religiosos ficam marcadas profundamente. (Leia mais )

quinta-feira, 1 de abril de 2010

O outro lado que a JUSTIÇA não ouviu- A saga da Fundação Cultural de Campos

Giannino Sossai - jornalista
Reunidos na última terça-feira no auditório da Faculdade de Odontologia de Campos, diretores, professores, funcionários e alunos do UNIFLU/FAFIC e FOC decidiram encaminhar ofício à prefeita Rosinha Garotinho, no sentido de que o pagamento de bolsas de estudos das três instituições mantidas Fundação Cultural de Campos, seja repassado diretamente às instituições em separado, enquanto os destinos da mantenedora estiverem em discussão na Justiça.

A iniciativa foi tomada em função da Fundação Cultural de Campos ter retido os repasses das instituições para pagamento de encargos, em detrimento dos salários de professores e funcionários das unidades que compõem o Centro Universitário Fluminense, medida considerada descabida, pois incluiu também o pagamento dos encargos referentes ao décimo terceiro salário desses trabalhadores, que sequer pôde ser pago por ocasião do repasse.

A moção partiu do professor Eduardo Peixoto, depois de ouvir os relatos dos diretores da FAFIC, Regina Sardinha, e da FOC, Eduardo Amaral, dando ciência das manobras jurídicas impetradas pelo Defensor Público Homero Terra Padilha, ex-presidente da Fundação Cultural de Campos, que culminaram na destituição do presidente empossado pelo Conselho Deliberativo Ivan Machado, que assumiu o cargo em substituição a Paulo Sanguedo, destituído do cargo pelo mesmo Conselho.


Mediante comunicado do Ministério Público Estadual, e acatando arrazoado do defensor Homero Padilha, foi nomeado administrador da Fundação Romualdo Mendes Faria, professor da Faculdade de Direito de Campos, cidadão residente em Itaperuna e desconhecido da comunidade acadêmica das duas outras unidades integradas ao Centro Universitário Fluminense.

O relato apresentado pelos dirigentes provocaram indignação na assembléia, já que a decisão do Ministério Público Estadual foi tomada unilateralmente, apenas levando em conta o relato do impetrante, considerado eivado de erros e inverdades, o que contraria o espírito democrático no qual se calcam as Instituições para levar adiante suas responsabilidades acadêmicas e institucionais, deixando claro que o expediente utilizado induziu a erros o referido Ministério.

Também usaram da palavra na assembléia os professores Joel Melo, Mara Clara Martins, Luiz Antonio Cosmeli Oliveira e Jorge André Sacramento . Todos se manifestaram pelo sentimento de repulsa aos atos arbitrários que marcam a gestão do Reitor Levi Quaresma e sugeriram que nas medidas judiciais a serem interpostas, também se questione junto ao Conselho Nacional de Justiça a compatibilidade para que o mesmo, que também é Procurador de Justiça, acumule os cargos de diretor da FDC e Reitor do Centro Universitário Fluminense.

Tal medida foi sugerida pelos oradores e aprovada pela assembléia, em função de estar em curso “um processo degradador das atribuições acadêmicas das instituições mantidas pela Fundação Cultural de Campos”, segundo o professor Joel Melo, em função de reiteradas e permanentes omissões, tanto dos presidentes anteriores da Fundação como da própria Reitoria do Centro, levando inclusive ao descumprimento de normas e prazos estabelecidos pelo MEC, que só não se concretizaram graças às intervenções administrativas das direções da FAFIC e da FOC.

Também foi aprovada na ocasião a manutenção permanente da assembléia, incluindo atos públicos de protesto, contando também com a participação de integrantes da Faculdade de Direito de Campos, que já manifestaram seu descontentamento com os rumos tortuosos e indecisos, assumidos pela Fundação Cultural de Campos nos últimos anos que tem se deixado dirigir pelo Diretor da FDC/Reitor do Centro Universitário Fluminense.

Presidente da China vai visitar o Porto do Açú

Presidente da China, Hu Jintao visitará o Porto do Açu, em São João da Barra, neste mês de abril. A previsão é que ele chegue ao Norte Fluminense no próximo dia 18. O anuncio foi feito pelo empresário Eike Batista, em Nova York. O homem mais rico do Brasil, anunciou que neste data estará inaugurando um trecho do Porto. Segundo Eike o presidente chinês pediu para conhecer o que poderá ser o maior terminal exportador brasileiro de minério de ferro para a China. O Porto do Açu está previsto para entrar em operação em 2012. (Fonte: Blog da Jô Siqueira)

Elementos voltam a agir no furto de fios da Ampla em SFI

Segundo moradores o furto foi na Praia de Sossego

Foto arquivo do Blog: funcionários da Ampla repondo cabos furtados em uma das praias do município.
.
O crime ocorreu durante a madrugada desta quinta-feira, 01-04. Moradores disseram agora ao Blog que ouviriam movimentação de pessoas na Avenida Fidelense na Praia de Sossego, em São Francisco de Itabapoana, por volta das 3 horas. O dia amanheceu e os moradores constataram que num trecho de cerca de 500 metros de extensão da rede elétrica a fiação havia desaparecida. Nos postes, apenas pedaços pequenos de fios pendurados cortados pela quadrilha, que geralmente atua nas praias. Em consequência desta ação criminal a praia está sem energia elétrica até o momento. “Pelo central de atendimento ao cliente a Ampla me informou que uma equipe chegará à praia de Sossego ainda hoje para restabelecer a energia”, disse a moradora Cecira Barreto Leandro.

São Francisco firma parceria com o Governo Estadual para combater o abate clandestino


O Procurador-Geral do município de São Francisco de Itabapoana, Enaldo Barreto, juntamente com o secretário de Agricultura, Nival Ornelas e o Diretor de Vigilância Sanitária, Maron El Kiki se reuniram nesta terça-feira (30), com uma equipe técnica de coordenadores da Secretaria de Agricultura do Governo Estadual. O encontro aconteceu em Campos, na sede da Secretaria de Estado de Agricultura e teve como propósito firmar uma parceria entre Estado e município para combater o abate clandestino na região.
Também estiveram presentes o Coordenador Estadual de Defesa Sanitária Animal, Plínio Leite Neto, o Coordenador Regional de Defesa Pecuária, Cláudio Villela e o Coordenador Estadual de Controle de Qualidade de Produtos Agropecuários Industrializados, João Batista Sóffe.
Durante a reunião foi sugerida uma reformulação do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) já que o governo anterior firmou com o Ministério Público em 2008 e não executou o que foi estabelecido. O TAC visa por fim ao abate clandestino e adequar às normas sanitárias impostas pela legislação federal em vigor.
O Procurador Geral, Enaldo Barreto, expôs a necessidade atual do município. “A nossa região precisa de um posto avançado para atender aos produtores e de pessoas preparadas para realizar um trabalho de conscientização e uma posterior fiscalização. Também acreditamos que a descentralização da expedição do Guia de Trânsito Animal (GTA) seja feita em lugares estratégicos para facilitar a vida dos comerciantes de gado. Essas iniciativas nos ajudarão a combater o abate clandestino para oferecer melhores condições na comercialização da carne nos estabelecimentos”, explica.
O Coordenador de Defesa Sanitária Animal, Plínio Leite Neto, propôs parceria. “O nosso trabalho será em conjunto para alcançarmos bons resultados. Vamos informar aos produtores sobre as normas estabelecidas dando prazo e opção. Quem cumprir, terá a licença do Estado”, completa.
Ao final, ficou firmado que o município irá ceder dois servidores e um espaço para a implantação do Posto Avançado. Caberá ao Estado oferecer um funcionário para prestar suporte técnico e executar Serviço de Inspeção, um trabalho educativo e fiscalizatório nos abates.
A próxima reunião será realizada com os açougueiros no dia 14 de abril, às 16h na sede da Câmara de Vereadores de São Francisco de Itabapoana. A equipe técnica irá passar maiores esclarecimentos sobre a prática irregular do abate clandestino. (Ascom - SFI )

quarta-feira, 31 de março de 2010

Paixão de Cristo vai ser montada em SJB no dia 02 de abril


A montagem do espetáculo, com duas horas de duração, acontece após a missa e a Procissão do Senhor Morto, realizada na Igreja São João Batista.


Os momentos emocionantes vividos nos últimos dias Jesus Cristo serão relembrados no próximo dia 02 de abril, às 21h30, em São João da Barra, com a tradicional montagem da Paixão de Cristo, encenada há 26 anos, pelo Grupo Arte Cristã. Com 250 atores sanjoanenses em cena, a montagem que é marcada por um cortejo pelas ruas da cidade, até ao Ginásio Municipal de Esportes, promete emocionar a quem for conferir de perto o trabalho, que tem apoio da Prefeitura de São João da Barra, através do Departamento Cultural do município.

A montagem do espetáculo, com duas horas de duração, acontece após a missa e a Procissão do Senhor Morto, realizada na Igreja São João Batista.

— O espetáculo está todo novo, com um pano de fundo melhor. Esse ano temos muitas cenas de movimento, com um corpo de 20 bailarinos que vão dançar no começo, meio e fim da montagem. Estamos com uma inovação no cenário, confeccionado pelo artista plástico Thiago Araújo e com um figurino da Guarda Romana. Temos também a cena de Herodes, com bailarina de dança do ventre e mudanças nos demais figurinos, criados por Geraldo Lopes — explica Vagner Diniz, que faz parte da direção do grupo há dois anos com o amigo Luiz Fabiano Machado.

Vagner acrescenta que as coreografias são criações da dançarina Karina Meirelles que, este ano, interpreta Maria. O texto, criado por Carlos Magno Rangel, também passou por reformulações. Este ano, quem interpreta Jesus Cristo é o ator Lucas Gaia. No elenco principal estão ainda estão os atores Vagner Rocha, como Pilatos, e Beatriz Silva, que interpreta Claudia, esposa de Pilatos. A atriz Dayse Lucy representa Maria Madalena e Judas está sendo vivido por Renato Machado.

— A montagem é muito bonita e emocionante, pois retrata o sofrimento de Jesus. Nos efeitos especiais, muita iluminação e também um efeito para Jesus subir aos céus. No ano passado, ganhamos uma moção de aplausos da Câmara de Vereadores do município e isso nos deixou alegres. Também batemos recorde de público, umas 2.500 pessoas assistindo à montagem. Muita gente ficou do lado de fora e teve que acompanhar pelos dois telões com transmissão simultânea que foram montados justamente para atender ao público que não conseguiu entrar — observa Vagner. (Carla Cardoso - Secom SJB)

terça-feira, 30 de março de 2010

Talento jovem na coletiva em SJB na visita de consultor da ONU

Bruno falou ao Blog


O jovem estudante campista Bruno Barcelos Alves de Faria Vieira, 14, falando inglês fluentemente foi o intérprete da prefeita Carla Machado durante a entrevista coletiva na visita do consultor da ONU em São João da Barra. Realizada no auditório da prefeitura de SJB, na segunda-feira, 29, a coletiva contou com a participação da prefeita Carla Machado, do representante da LLX, Umberto Ribeiro e de Nicholas You, consultor sênior de Políticas da ONU-Habitat e coordenador da “Campanha Urbana Mundial: Iniciativa das 100 Cidades”. Campista de nascimento, Bruno Barcelos acabou, na opinião do blog, "roubando" a cena durante a coletiva. Desenvoltura e rapidez no raciocínio, o jovem interprete revelou todo o seu talento com voz empostada como interprete. Filho de Jorcinea Barcelos Alves e Cremilson de Faria Oliveira, Bruno começou estudar inglês com 9 anos no Ibeu. “Passei por onze colégios e fui concluir o ensino médio no IFF – Instituto Federal Fluminense. Além do inglês aprendi também o idioma francês”, disse. Atualmente Bruno estuda no primeiro período de licenciatura em física na UENF – Universidade Estadual do Norte Fluminense.

Governo lança projeto para combater exploração sexual de crianças e adolescentes


Brasília - O ministro do Turismo, Luiz Barretto, participa hoje (30) do lançamento do projeto Turismo e Prevenção à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, uma parceria com o Centro de Excelência em Turismo (CET) da Universidade de Brasília (UnB). Será às 9h30 na UnB.

A proposta é focada na Copa do Mundo de 2014 e nas Olimpíadas de 2016 e será dividida em três fases: formação de multiplicadores nos estados, elaboração de um plano de ação para as cidades-sede da Copa e uma campanha nacional.

segunda-feira, 29 de março de 2010

Nicholas You, consultor da ONU visita hoje São João da Barra


You quer conhecer de perto a cidade brasileira que participa da campanha e que, segundo enfrentará grandes desafios para assegurar o desenvolvimento sustentável.
.

Carla concede entrevista no Forum Urbano Mundial no Rio de Janeiro.

c Carla Machado com Nicholas You consultor sênior de políticas da ONU Habitat e coordenador da Campanha Iniciativa das 100 Cidades. Ao lado com Harrie Noy presidente da Arcadis Logos Mundial
.

Nicholas You, consultor sênior de Políticas da ONU-Habitat e coordenador da “Campanha Urbana Mundial: Iniciativa das 100 Cidades” cumprirá seu primeiro compromisso com o município de São João da Barra nesta segunda-feira (29). A convite da prefeita Carla Machado ele estará na cidade visitando as obras do Porto do Açu e conhecendo projetos implantados na gestão atual.

A Campanha foi lançada durante o V Fórum Urbano Mundial que aconteceu na Zona Portuária do Rio de Janeiro dia 26 de março, englobando em sua primeira etapa, 25 cidades em todo o Mundo. São Paulo e São João da Barra são as representantes do Brasil, ao lado de Medellín, na Colômbia; Alicante, na Espanha, Chicago e Filadélfia, nos Estados Unidos; Makati, nas Filipinas, Mumbai na Índia, Pushchino, na Rússia, Viena (Áustria) e Rabat, Marrocos, além de outras.
You quer conhecer de perto a cidade brasileira que participa da campanha e que, segundo ele próprio, enfrentará grandes desafios para assegurar o desenvolvimento sustentável. Com a experiência de quem já percorreu praticamente o mundo inteiro e conhece de perto a maioria dos problemas urbanos enfrentados por cidades em todos os continentes, ele afirma que será necessário planejamento e organização para garantir avanços sociais, econômicos, urbanos e ambientais, podendo ser um exemplo para outras cidades do Estado, do Brasil e do mundo que vem enfrentando situações semelhantes.

Um dos principais motivos da escolha do município do Norte Fluminense, durante a reunião da ONU-Habitat, em Nairobi, Quênia, há dois meses, são os investimentos nos setores portuário e industrial – em andamento e previstos – para curto e médio prazos. Estudos indicam que a chegada do Complexo Portuário e Logístico do Açu, dentre outras transformações, provocará um grande adensamento população dentro dos próximos 15 anos, chegando à uma população de aproximadamente 250 mil pessoas. De acordo com a estimativa do IBGE, para este ano, São João da Barra conta com cerca de 30 mil habitantes.

Para Nicholas, a Campanha é o caminho fundamental pelo qual os municípios poderão mobilizar, incluir e engajar seus moradores e parceiros, para que compartilhem suas histórias sobre como estão enfrentando os desafios atuais e futuros e aprenderem umas com as outras.
Na opinião da secretária executiva da ONU-Habitat, Anna Tibaijuka, este é o momento ideal para iniciar o planejamento visando as transformações e adaptações que os assentamentos urbanos precisarão, com o aumento previsot das populações urbanas. A previsão é que em 2025, 70% da população mundial estará residindo nas cidades. Tibaijuka convocou o meio empresarial, as entidades da sociedade civil organizada e os cidadãos, a participarem do processo, mas foi enfática durante a solenidade de assinatura dos primeiros protocolos de cooperação: “assinem, mas contribuam. Se for para assinarem e depois não fazerem nada, não assinem. O mundo não precisa disso”.

Durante o lançamento da Campanha, a ONU-Habitat e diversos parceiros assinaram protocolos de cooperação. Pela iniciativa privada, empresas e instituições do mundo, como a Câmara Imobiliária da China (CREEC), Siemens AG, Fundação Siemens, Arcadis NV, Veolia Environment, Zerofootprint, Pressgroup Holdings Europe SA, ISTED (Instituto de Ciências Tecnológicas para o Desenvolvimento Ambiental) e Instituto de Planejamento Urbanístico da região da Ilha-de-França. As propostas visam a colaboração financeira ou apresentação de alternativas, além de disponibilização mão-de-obra especializada para as cidades participantes.
Segundo a prefeita Carla Machado, São João da Barra está interagindo com outras cidades do mundo e apresentando com seus projetos para um desenvolvimento sustentável, podendo atrair novos parceiros e consequentemente investimentos nas mais diversas áreas, principalmente infraestrutura, qualificação, inovação tecnológica e ambiental.

Além disso, a prefeita frisa que “o município vai sofrer impactos nas mais diversas áreas como saúde, educação, saneamento, segurança, habitação, e as contribuições de cidades de outras partes do mundo que já passaram por experiência parecida poderão ser absorvidas e colocadas em prática”.

OUTROS BENEFÍCIOS DA CAMPANHA –

A prefeita destaca que os benefícios da Campanha são inúmeros, como a exposição para uma rede global de parceiros com políticas e práticas inovadoras em desenvolvimento urbano sustentável; reconhecimento nacional e internacional como uma cidade comprometida com inovação e mudanças; insights sobre novas parcerias público-privadas e modelos de investimento; oportunidades de aprendizado com um grande número de cidades e comunidades engajadas em oportunidades de desenvolvimento econômico sustentável, tecnologias e know-how; acesso a um vasto conjunto de instrumentos, métodos e abordagens, já testados, para o desenvolvimento sustentável, o planejamento e a gestão urbana, a produção da habitação e dos serviços e equipamentos urbanos. (Bruno Costa – da Secom – SJB )

domingo, 28 de março de 2010

Brasil prepara novo plano para tratamento de dependente de drogas

Brasília - O governo brasileiro deve finalizar em alguns meses um plano de ações voltadas para um tratamento mais específico de dependentes de drogas, em parceria com o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (Unodc) e a Organização Mundial da Saúde (OMS), disse o representante do Unodc para o Brasil e o Cone Sul, Bo Mathiasen.

Ele comentou, em entrevista à Agência Brasil, detalhes de uma reunião com o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, realizada na última quarta-feira (24). Segundo Mathiasen, o Unodc e a OMS propuseram ao Brasil uma parceria na difusão de um programa global de atendimento e acompanhamento de dependentes de álcool e outras drogas.

O representante do Unodc revelou que a estratégia é fortalecer o sistema de tratamento de dependentes considerados problemáticos – pessoas que já apresentam um perfil crônico de dependência da droga. No Brasil, o foco serão os centros de Atendimento Psicossociais (Caps), além da capacitação e o treinamento de profissionais de saúde. Há ainda a possibilidade de uma cooperação internacional, com objetivo de levar o trabalho brasileiro para outros países.

De acordo com Mathiesen, Temporão manifestou preocupação com a falta de ações na área de consumo de cocaína e derivados – em especial, o crack. Funcionários do ministério, do Unodc e da OMS já traçaram um esboço do plano de ações. O documento deve ser apresentado oficialmente ao ministro na próxima semana.

“Sendo prioridade, é uma questão de poucos meses [para que o plano fique pronto]”, disse Mathiesen. “O foco são as políticas de tratamento do dependente químico problemático que deveriam ser muito mais voltadas para a saúde da pessoa e os direitos humanos. Uma ótica de acolher e ajudar e não de punir”, completou.

De acordo com o Unodc, o perfil da maioria dos usuários problemáticos de drogas incluiu pessoas que já sofreram abandono, violência doméstica, abuso sexual e exclusão familiar. As drogas, segundo Mathiesen, surgem nesse cenário como uma forma de recompor tais frustrações. “O mundo já reconhece que as pessoas [viciadas em drogas] não deveriam receber nenhum tipo de punição, mas acolhimento e tratamento”, afirmou.Agência Brasil

Presidente do Legislativo sanfranciscano recebe comitiva do R. C. São Francisco

Objetivo da visita foi pedir apoio da Câmara Municipal ao anteprojeto Lei 007/2010 do Executivo Municipal.

O presidente da Câmara Municipal de São Francisco de Itabapoana Florentino Cerqueira Azevedo – Tininho – recebeu segunda-feira, 22-03, às 13 horas em seu gabinete no Legislativo sanfranciscano, uma comitiva do R. C. São Francisco de Itabaponana que foi até ao presidente pedir apoio daquela Casa de Leis, para o Anteprojeto de Lei municipal nº 007/2010 de 18 de março de 2010 do Executivo Municipal. O anteprojeto propõe a doação de uma área de terra de 360,00m² ao R.C. São Francisco, RJ- 224, próximo ao portal da cidade, confrontando-se com a área doada para implantação do Programa Delegacia Legal.
.
Ao receber a comitiva de rotarianos o presidente Tininho disse estar ciente do que representa o Rotary Club para uma comunidade. “No que depender desta presidência o anteprojeto será colocado em pauta para apreciação e votação dos vereadores e desde já conta com meu apoio”, disse. Segundo, ainda, Tininho é importante que o município conte com uma estrutura de uma organização como o Rotary a exemplo do que acontece em outros municípios do Brasil.


Fundação
Na oportunidade a comissão de rotarianos agradeceu ao presidente Tininho e comentou que o Rotary Club São Francisco de Itabapoana é uma organização humanitária não governamental internacional, cuja fundação em São Francisco de Itabapoana ocorreu no dia 30 de maio de 2001. Funcionou provisoriamente na sede do município precisamente na Av. Joaquim da Mota Sobrinho nº 150 , centro, nos altos da Mercedek. “Atualmente, disse o primeiro presidente Demilton Sales, o Rotary vem funcionando na Avenida Oswaldo Barbosa Rezende, nº 673, praia de Santa Clara em São Francisco de Itabapoana, reconhecido como de Utilidade Pública através da Lei Municipal nº 151/2003.
.
Objetivos do Rotary
O objetivo do Rotary é estimular e fomentar o IDEAL DE SERVIR, como base de todo o empreendimento digno, promovendo e apoiando o desenvolvimento do companheirismo como elemento capaz de proporcionar oportunidades de servir, além de reconhecer o mérito de toda ocupação útil e a difusão das normas de ética profissional.
.
O Rotary Club objetiva a melhoria da comunidade pela conduta exemplar de cada um seja na vida pública ou privada, tendo ainda, como finalidade a aproximação dos profissionais de todo o mundo, visando a consolidação das boas relações, da cooperação e da paz entre as nações.

Atualmente o Rotary Club São Francisco de Itabapoana, desenvolve os seguintes projetos em prol da comunidade sanfranciscana: banco de cadeiras de rodas; banco de óculos; erradicação da poliomielite, com campanhas de vacinação, através de mutirões de saúde em parceria com a Prefeitura municipal, mutirões de resgate da cidadania, em conjunto com a Procuradoria Geral do Município e Vara Única da Comarca de São Francisco de Itabapoana, além de participar todos os anos do natal das crianças carentes do Município com distribuição de brinquedos e cobertores as famílias carentes durante período de inverno. O Rotary Club São Francisco de Itabapoana participa de vários seminários e conferências Distritais, Nacionais e Internacionais representando nosso Município.

Acidente no trecho da curva de Grussai

Jovem saiu do acidente sem nenhum ferimento, apenas danos materiais.


Na curva do trevo da praia de Grussai em São João da Barra (RJ) todo cuidado é pouco. A motorista do Ford Fiesta, placa KRC – 3351 de Campos dos Goytacazes teve muita sorte, pois saiu ilesa após o seu carro colidir com o ônibus da Campostur placa KZS – 6427, também de Campos dos Goytacazes, ontem, 27-03, por volta das 15 horas. A jovem muito nervosa não quis falar sobre o acidente. O motorista do ônibus, que seguia na rota Campos-São João da Barra, disse que ao fazer a curva no trevo foi surpreendido com o Ford Fiesta que vinha da praia de Grussai com destino a Campos. “Ainda virei para a contra mão para sair do Ford, mas mesmo assim ainda houve a colisão. Felizmente apenas com danos materiais, mais poderia ter sido pior”, disse o motorista que não quis se identificar. O Blog ofereceu ajuda a jovem para ligar para os pais, mas para nossa surpresa ela já estava abraçada à mãe. “Graças a Deus minha filha esta viva sem nenhum ferimento. Só temos a agradecer muito ao nosso Deus”, disse emocionada a mãe.