Clique abaixo para ouvir a Rádio São Francisco direto no site

________________________________________________________

sábado, 30 de agosto de 2008

A lente do Blog do Paulo Noel na 26ª Exposição Agropecuária de Praça João Pessoa

Muitos internautas que encontramos pela área da expo-agro acenavam para nossa equipe de reportagem, afirmando que são visitantes do Blog e ouvintes da Rádio São Francisco FM. Agradecemos o carinho de todos. E agora, curtam as imagens produzidas pela lente do nosso blog.

















Chegamos cedo, por volta das 18h30. Nosso acesso ao parque de exposição foi pela área próxima ao palco de show, na sexta-feira, 29. Agradecemos aos organizadores do estacionamento a atenção para com a nossa equipe de reportagem. Tão logo chegamos ao local do evento, as portas se abriram para o carro de reportagem. Imprensa trabalhando, quando desenvolve um trabalho com responsabilidade e seriedade o reconhecimento vem logo de quem também está trabalhando. As imagens, através de nossa lente, exibem para você, amigo leitor, o que vimos por lá. Começamos pelo pavilhão dos bovinos. Percorremos os estandes, tanto da prefeitura quando das poucas empresas que levaram suas marcas para expor. Talvez por falta de divulgação, o evento não foi o mesmo comparado com os de anos anteriores. No estande da Secretaria de Promoção Social saboreamos um caldo verde delicioso, além de sobremesas de dar água na boca. Parabéns. Vimos uma apresentação dos jovens do projeto “Bate Lata” e gostamos. No estande do Legislativo Municipal, recebidos pelas recepcionistas, provamos dos salgadinhos oferecidos com refrigerantes. Som e iluminação cênica de primeira, a cargo do nosso amigo Marcinho de Cordeiro. A Guarda Municipal presente ao evento exibindo um carro “zero quilômetro” tendo a frente o comandante Sargento Ricardo. A Justiça Eleitoral, como não poderia deixar de ser, também esteve presente já que estamos em período de campanha eleitoral. Mas, tudo correu bem, sem que observássemos nenhuma irregularidade, pelo menos enquanto estivemos por lá. O Leonardo do “Pontinho do Bolinho” quando viu nossa reportagem perguntou se a foto do seu estande não iria para o Blog. Já está aí amigo Leonardo. Aliás, muitos internautas que encontramos pela área da expo-agro acenavam para nossa equipe afirmando que são visitantes do Blog e ouvintes da Rádio São Francisco FM. Agradecemos o carinho de todos.

Mulheres suspeitas de venderem carros clonados são reconhecidas por vítimas na Polícia.

As mulheres teriam dito que moram em Barro do Itabapoana.

Seis das 10 vítimas das estelionatárias Rosemary dos Santos Barbosa Pereira, 39 anos, e a filha Nathana Rosa Barbosa dos Santos, 18, compareceram, na manhã de ontem, à 134ª Delegacia de Polícia (Centro) para o reconhecimento e oficializar as denuncias de que as duas seriam integrantes de uma quadrilha da Baixa Fluminense, especializada em adulteração e clonagem de veículos, que há cerca de um ano vem aplicando golpes em Campos e em todo o Estado do Rio de Janeiro. (Leia mais aqui na Folha da Manhã)

Saúde lança campanha contra rubéola e poliomielite


Quando a doença atinge mulheres grávidas, pode causar cegueira, surdez, problemas cardíacos, retardo mental e até mesmo óbito ao bebê.


Hoje, sábado, dia 30-08, é o Dia D de combate à rubéola. O público-alvo da vacinação são homens e mulheres entre 12 e 39 anos, mesmo que já tenham se vacinado ou contraído a doença. Centros e postos de saúde já estão com as vacinas disponíveis para atender a população. Paralelamente acontece também a 2ª dose para a vacinação contra a poliomielite disponível para as crianças de zero a cinco anos, cujo slogan é "Vacinação virou programa família". O Ministério da Saúde objetiva eliminar a rubéola e a síndrome da rubéola congênita no país até 2010, considerando que a vacinação é a única forma de interromper a cadeia de transmissão do vírus. A rubéola é uma doença contagiosa, que atinge principalmente as crianças. Os principais sintomas são febre, manchas no corpo, dor nas articulações, perda de apetite e tosse. Quando a doença atinge mulheres grávidas, pode causar cegueira, surdez, problemas cardíacos, retardo mental e até mesmo óbito ao bebê.

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Horário de verão começa no dia 19 de outubro em três regiões do país

O horário de verão começa à zero hora do dia 19 de outubro nas Regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Os relógios deverão ser adiantados em uma hora. A medida vale até o dia 15 de fevereiro de 2009. O Operador Nacional do Sistema (ONS) prevê uma redução de 4% a 5% na demanda de energia elétrica no horário de pico, o que representa cerca de 2 mil megawatts. O número é semelhante à redução registrada no ano passado, que foi de 2,027 mil megawatts. No ano passado, a economia proporcionada pelo horário de verão foi de R$ 10 milhões.

Deu na Folha: "Reféns em assalto a carro da Souza Cruz abandonados na praia de Gargaú"

Matéria do jornal Folha da Manhã, edição desta quinta-feira, 28-08-08
Bandido , com duas pistolas, entrou na Sprinter e obrigou o motorista a dirigir até Gargaú, em São Francisco de Itabapoana, onde as vítimas foram abandonadas
Três suspeitos de integrar uma quadrilha de Campos especializada em roubo de carga conseguiram escapar do cerco montado pela Polícia Militar, após roubar, na manhã de ontem, no Parque Prazeres, a Sprinter placa de São Paula da empresa Souza Cruz, com cerca de R$ 36 mil em cigarros e cartões telefônicos. Outros dois suspeitos de envolvimento no roubo foram detidos em flagrante. As esposas de dois dos foragidos também foram detidas. Todo o material foi recuperado e os quatro veículos utilizados pelo bando no assalto foram apreendidos. Durante a fuga, a quadrilha fez duas pessoas reféns dentro da própria casa, no assentamento do Movimento dos Sem Terra (MST) Zumbi-I.

Por volta das 8h, na moto CB 500 preta, dois dos quatro bandidos abordaram o motorista e o ajudante da empresa, enquanto faziam uma entrega no Parque Prazeres. Um deles, com duas pistolas, entrou na Sprinter e obrigou o motorista a dirigir até Gargaú, em São Francisco de Itabapoana, onde as vítimas foram abandonadas. Os bandidos seguiram no carro da Souza Cruz em direção à praia de Santa Clara. Outros integrantes da quadrilha davam cobertura em um Celta e em uma Parati, ambos brancos. A mercadoria foi transferida para uma caminhonete e uma Parati.

Imaginando que o bando utilizaria a RJ 194 — que liga o Parque Prazeres a Gargaú — como rota de fuga, a PM montou um cerco na área. Policiais que estavam próximos à usina São João e já tinham informações sobre os veículos envolvidos no crime abordaram um Celta. O motorista Alessandro dos Santos Alves, 25, foi encaminhado à delegacia, onde foi reconhecido pelo motorista e ajudante da Souza Cruz. Os bandidos vinham logo atrás do Celta em uma caminhonete e numa moto e viram a abordagem. Para não serem flagrados com a carga roubada, abandonaram os veículos e fugiram a pé pelo matagal. Moradores indicaram a direção para onde três integrantes da quadrilha correram e foi iniciada uma perseguição, que durou ate a tarde.

Horas depois do roubo, a esposa de Paulo Roberto de Souza, 35, que seria dono da caminhonete, foi à 146ª Delegacia de Polícia (Guarus) registrar o furto do veículo e acabou sendo detida por falsa denúncia-crime. Segundo Cristiane Pessanha Gomes, o marido teria ligado e pedido para que registrasse o furto.

A polícia conseguiu qualificar Tiago Barros Gomes, 27 anos, Gilmart Barbirato, 35, e Paulo Roberto de Souza, 35, como três dos integrantes da quadrilha, que, até o fechamento desta edição, permaneciam foragidos. Com base nas informações obtidas durante a ação de ontem, a Polícia Civil deve pedir à Justiça mandados de prisão para eles.

Já Adriano Moço Azevedo, 18, não teve a mesma sorte. Embora a polícia não tenha prova de seu envolvimento na quadrilha, ele foi detido e autuado por receptação. Ele foi encontrado com dezenas de cartões telefônicos ao lado de um dos veículos usados no roubo. A esposa de Thiago, Cristiane Schelck Reis, 28, também foi detida por receptação.

terça-feira, 26 de agosto de 2008

A virada da internet

Reflexões sobre a internet.
Convidamos os leitores deste Blog a lerem o que escreveu sobre a internet, o jornalista Vitor Menezes no jornal Monitor Campista de 24.08.08. Leia outros textos do autor aqui na Gaveta do Povo.
A virada da internet
Vitor Menezes
Quando, lá pela segunda metade dos anos 90, alguns entusiastas da internet faziam elogios a um mundo em rede, a uma comunicação mais horizontal, a uma mídia mais interativa e menos impositiva, vez por outra também se ouvia o resmungo de que tudo isso era uma fantasia da globalização, uma bem arquitetada estratégia de dominação do mundo pelas grandes corporações.Na primeira metade do século XX, também houve muito resmungo com relação aos efeitos nocivos da televisão — e, já naquela época, da alienação provocada pela massificação da informação.Antes disso, a igreja Católica havia proibido livros feitos pela invenção que inicialmente apoiara, a prensa de Gutenberg. E muito mais anteriormente ainda, não faltou quem tivesse visto na escrita um certo processo de decadência da cultura, que prejudicava a memória individual em um ambiente onde o conhecimento era passado pela oralidade (o que diriam hoje, então, do google?).Diferentemente do que pode parecer, todo este raciocínio não é uma irrefletida constatação de que inevitavelmente os avanços tecnológicos na comunicação são benéficos. O papel da crítica, nem sempre bem compreendida, é vital inclusive para que a mudança se dê de modo mais consistente.Além disso, o fato de algo ter sido superado não significa necessariamente que ele representava o pior para a sociedade. Era apenas um aspecto da vida social diferente em outro contexto histórico.Mas é difícil não ver na ampliação das possibilidades de comunicação uma certa confirmação da hipótese de que a participação política na vida pública se amplia, auxiliada pela propagação da informação.Por mais persistentes que sejam os muitos problemas com os quais convivemos, por mais desconfianças que é possível haver em relação ao fato de que poucas empresas são responsáveis pela maior parte do conteúdo acessado na internet, não deixa de ser animadora a informação de que, em 2009, o Brasil passará a ter mais da metade da população com acesso à rede, cerca de 90 milhões de pessoas.Como mostrou matéria da Carta Capital (edição do último dia 13), o país é o que tem usuários com maior tempo médio de utilização da internet — 22,5 horas mensais —, à frente da França (20,1), Estados Unidos (19,3), Japão (19,1) e Alemanha (17,5), entre outros do dito “primeiro mundo”.Algumas cidades — como Quissamã (RJ), lembrada na matéria — garantem internet gratuita para seus habitantes e, mesmo onde isso não se dá, a propagação das lans houses permitem ao menos alguma forma de acesso, especialmente nos bairros mais pobres.Estamos, portanto, diante de um novo ambiente criado — como diria McLuhan. E é auspicioso pensar em tudo o que pode ser feito com ele.
Publicado pelo Monitor Campista - 24.08.08

Sergio Cabral inaugura ponte em São Fidélis


Foto do jornal "O Diário" edição de 26-08-08

A população de São Fidelis viu ontem um sonho transformar-se em realidade. Este mesmo sonho, vive as populações de São Francisco de Itabapoana e São João da Barra. Só que nestes dois municípios o sonho continua. E a pergunta também: A obra da ponte João Figueiredo será um dia concluida? Enquanto nada acontece vamos parabenizar São Fidélis por mais uma ponte enquanto Campos já conta com seis, incluindo a ponte ferroviária. Ponte da Lapa; Ponte Rosinha; Ponte General Dutra; Ponte do Meio e por inaugurar , a Ponte da prefeitura. Será que falta vontade política para que a obra da ponte SJB/SFI seja concluida?

Em um Mustang vermelho conversível, o governador Sérgio Cabral percorreu, nesta segunda-feira (25/08), os 454 metros de extensão e 9 metros de largura da nova ponte Antônio José Gonçalves Loureiro, localizada no centro de São Fidélis, na Região Norte do Estado do Rio. A obra, que teve início no governo anterior, foi concluída pela equipe da Secretaria de Obras, coordenada pelo vice-governador Luiz Fernando Pezão. A construção foi executada pelo DER (Departamento de Estradas de Rodagem) e teve a participação de 30 operários. A nova ponte tem via dupla e vai desafogar o trânsito na área urbana de São Fidélis.

- A maior emoção de um administrador é quando ele consegue atender ao sonho de um povo; e o sonho do povo de São Fidélis era esta ponte, acabando com este sofrimento da população por mais de 50 anos. Esta obra muda a qualidade de vida da população sobre todos os aspectos, desde o conforto até a integração. O que estamos fazendo é mudar o acesso do povo da cidade, oferecendo qualidade e conforto – disse o governador Sérgio Cabral.

Desde 1950, uma cidade do interior do estado do Rio não recebia uma obra desta extensão. A antiga ponte de mão única trazia muitos problemas à população e era conhecida como a ponte de um carro só. A nova ponte Antônio José Gonçalves Loureiro vai ligar os dois lados da cidade. Ela começa na Rua Sete de Setembro (Centro) e leva até a Rua Loureiro (Bairro Ipuca).
Estiveram presentes à inauguração o vice-governador e secretário de Obras, Luiz Fernando Pezão; os secretários da Casa Civil, Regis Fichtner, de Governo, Wilson Carlos de Carvalho, e de Agricultura, Christino Áureo; o presidente do DER, Henrioque Ribeiro, o prefeito de São Fidélis, David Loureiro, além de outros prefeitos da Região Norte Fluminense

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Ladrão furta veículo e atropela cavalo na fuga


Fato aconteceu em Santa Clara na madrugada desta segunda-feira. Bandido abandonou o carro e fugiu. Animal morreu no local.



Animais soltos nas estradas. Uma permissividade que coloca em risco de morte os que circulam pelas rodovias da região. Entretanto, um acidente envolvendo um cavalo, por ironia do destino, colocou um final menos trágico a um fato ocorrido na madrugada desta segunda-feira, em Santa Clara. Furtado na Rua do Batelos, o gol branco placa LBS-8782 foi abandonado às margens da pista que liga Santa Clara a São Francisco, próximo ao pesque pague, esquina com a Rua da Associação de Moradores. Na tentativa de fugir com o carro furtado, o bandido foi surpreendido por um cavalo e acabou se envolvendo em um acidente. Não houve testemunhas no momento da colisão. O ladrão fugiu e não foi identificado. O gol pertence ao sargento da PM Jociel Barreto Mendes, que passava o fim de semana na Pousada do Batelos e deixou o veículo estacionado na rua. Pela manhã o sargento se certificou do furto e ao ligar para o DPO de Santa Clara foi informado do acontecido. Com o impacto o animal morreu e o carro ficou bastante avariado.

Colaboração com informações e fotos: Repórter Fernando Augusto.
Texto: Vinícius Berto.

domingo, 24 de agosto de 2008

Governo quer 'disciplinar uso' de royalties do petróleo


Fiquei sabendo, através do Blog do Ricardo André www.ricandrevasconcelos.blogspot.com/ , que o governo federal quer fixar regras sobre o gasto da receita dos "royalties" do petróleo. No site do jornal Estadão a matéria dá detalhes sobre o assunto.

AE - Agencia Estado
SÃO PAULO - O governo iniciou um debate que promete ser o mais complexo do novo marco regulatório para o petróleo após a descoberta das megarreservas no pré-sal: quer fixar regras sobre como gastar essa riqueza do subsolo e evitar a farra do dinheiro público. "É preciso estabelecer uma disciplina para usar os recursos", disse o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo. "Não podemos nos comportar como novos ricos e sair por aí torrando o dinheiro."A equipe do presidente Luiz Inácio Lula da Silva quer garantir que não se repita com os recursos do pré-sal o padrão de mau uso e desperdício de verba que se vê na maioria das prefeituras hoje beneficiadas com os royalties do petróleo. Estudo da Universidade Cândido Mendes (Ucam) mostra que, na maioria dos casos, a receita do petróleo é gasta com a contratação de funcionários públicos e repasses a organizações não governamentais (ONGs), muitas vezes ligadas a políticos locais."O problema é que essa receita é finita", observa o professor Rodrigo Serra, da Ucam, especialista em royalties. No futuro, essas prefeituras perderão os recursos do petróleo e terão dificuldades de honrar a folha de pagamentos. A legislação dificulta a demissão de funcionários públicos, de forma que a bomba fiscal das contratações será difícil de desarmar. Há ainda casos de prefeituras que constroem até o muro das casas da cidade com o dinheiro de royalties."A idéia é carimbar os recursos para evitar o desperdício", afirmou o ministro das Relações Institucionais, José Múcio Monteiro. "Acho essa proposta excelente porque, já que vamos arrecadar mais, há necessidade de investimentos na área social." Múcio defendeu, ainda, novo modelo de partilha dos royalties. "A repartição deve ser feita com outros Estados e municípios e não apenas com aqueles que têm poço." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

Trânsito em SJB já necessita de semáforo

No cruzamento entre as ruas Joaquim Thomaz de Aquino Filho, Travessa Quintino Bocaiúva e Rua São Benedito já há necessidade da instalação de um semáforo.
(Fotos de Pascoal Berto)

Como em São Francisco de Itabapoana, São João da Barra também está precisando urgentemente de um plano disciplinando o trânsito na cidade. Conforme se observa nas fotos, existem em SJB dois gargalos: um do Supermercado Líder até a Escola Municipal Domingos da Costa. Nesse trecho, o movimento de pedestres, estudantes, veículos, motos, bicicletas, ônibus, vâns e até carroças de tração animal é intenso. Sem contar, que os acessos às ruas do Bairro da Chatuba, o mais populoso da cidade, passam por este trecho. Outro, próximo ao Banco Itaú, no cruzamento entre as ruas Joaquim Thomaz de Aquino Filho, Travessa Quintino Bocaiúva e Rua São Benedito já há necessidade da instalação de um semáforo. Nesse cruzamento, o transito é complicado e, na maioria das vezes, deixa o motorista confuso.

Para especialista, ensino de música nas escolas pode melhorar desenvolvimento da auto-estima

De Danilo Macedo = repórter da Agência Brasil

Foto Antônio Cruz
Brasília - Zé do Pífano aprendeu a tocar sozinho e hoje ensina alunos da Universidade de Brasília (UnB) Brasília

Em três anos, todas as escolas brasileiras terão de incluir, no currículo da educação básica, o ensino de música. A determinação consta na Lei 11.769, sancionada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e publicada no Diário Oficial da União no dia 18 de agosto. O período de três anos servirá para que os sistemas de ensino se adaptem às exigências estabelecidas.O presidente da Associação Brasileira de Educação Musical (Abem), Sérgio Luiz de Figueiredo, afirma que as exigências para implantação da nova disciplina ainda não estão bem definidas, mas acredita que também cabe à sociedade discutir e aperfeiçoar as medidas que deverão ser empregadas. Figueiredo esteve em Brasília para participar do 1º Simpósio sobre o Ensino e a Aprendizagem da Música Popular, realizado na Universidade de Brasília (UnB). Segundo ele, os benefícios da música podem ser analisados de diferentes ângulos.“De uma forma geral, a música faz parte das manifestações culturais. Contribui para a formação humanística, para que as pessoas participem da interação social e compreendam as manifestações sociais. Também há os benefícios cognitivos, melhorando o desempenho em outras áreas do conhecimento, além de todos os benefícios sociais." "A música tem entrado como componente muito forte no resgate do cidadão e no desenvolvimento da auto-estima por instituições que trabalham com crianças carentes e pessoas em situação de risco”, disse o presidente da Abem em entrevista à Agência Brasil.José do Pífano aprendeu a tocar o instrumento que hoje faz parte de seu nome, uma espécie de flauta rústica feita de bambu, sem auxílio de professores, quando ainda era criança, em São José do Egito, no estado de Pernambuco. Hoje, ele ensina sua arte aos alunos do curso de música da Universidade de Brasília (UnB) e considera importante o ensino nas escolas.“Com uns 10 anos de idade eu mesmo fiz um pífano pequenininho de talo de jerimum, que aqui chama abóbora, e fui desenvolvendo. Nunca fiz aula, mas gostaria de ter tido, porque isso é muito bonito. Música é alegria, é vida, e acaba sendo cultura para os alunos que se sentem incentivados a aprender”, defendeu.Figueiredo afirmou que, a partir de agora, iniciam-se as discussões de como inserir a música no ensino básico de uma forma efetiva e considerando as diversidades de cada região. Segundo ele, é preciso investir na formação de professores.Segundo o presidente da Abem, não há dados precisos sobre a quantidade de profissionais com licenciatura em música. Ele acredita que existam cerca de 50 cursos de graduação espalhados pelo Brasil e apenas dois cursos de ensino à distância na área: um da UnB e outro da Universidade Federal do Rio Grande Sul (UFRGS). A expansão de cursos de licenciatura em música pode contribuir para aumentar o número de profissionais e colaborar na aplicação da nova lei, argumentou Figueiredo