Clique abaixo para ouvir a Rádio São Francisco direto no site

________________________________________________________

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Novo terminal portuário em São João da Barra vai gerar mais de 20 mil empregos

Porto do Açu receberá investimento de R$ 610 milhões

Foi autorizada nesta segunda-feira (15/2) a construção de um novo terminal portuário no Porto do Açu em São João da Barra. O empreendimento – que deve gerar 25 mil empregos diretos e indiretos, após sua conclusão, em 2017 – ficará em São João da Barra, no Norte Fluminense. O investimento de R$ 610 milhões da Brasil Port Logística é parte do conjunto de R$ 7,8 bilhões que o Rio de Janeiro vai receber até 2042, dentro do Plano Nacional de Logística Portuária (PNLP).

- O Terminal de Uso Privado, que compõe o Porto do Açu, vai ampliar a movimentação portuária, diversificando sua atuação e dando apoio à atividade petrolífera da região. Mil e duzentos empregos serão gerados somente com a construção do terminal – anunciou o ministro Helder Barbalho (Secretaria de Portos), durante a assinatura do contrato da obra, no Palácio Guanabara.  

Ao todo, o Rio de Janeiro vai receber 15% dos investimentos portuários de todo o Brasil, que somam R$ 51 bilhões. A localização em São João da Barra é considerada estratégica para o terminal, que tem como foco o apoio à indústria offshore de óleo e gás.

- Nesse momento de dificuldade na geração de emprego, receber um investimento como esse é extraordinário. Poucos lugares do mundo vão ter uma atividade tão grande como essa que começa no Porto do Açu. É uma região muito carente que já está respondendo rapidamente aos investimentos na área portuária – afirmou o governador Luiz Fernando Pezão.

O estado do Rio recebe R$ 2,76 bilhões em 21 Terminais de Uso Privado (TUPs), dos quais sete já foram assinados a partir da nova Lei de Portos. Com isso, os novos TUPs acrescentam uma capacidade anual de movimentação estimada em 5,05 milhões de toneladas. Estão previstos ainda outros R$ 2,8 bilhões em seis renovações contratuais no estado. (Secom RJ )

Nenhum comentário: