Clique abaixo para ouvir a Rádio São Francisco direto no site

________________________________________________________

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Diretora do Pinókio, Lúcia de Brito concede entrevista à Rádio São Francisco FM e fala sobre a prisão de Adrianinho



A diretora do Instituto da Criança Pinokio, Lúcia Maria de Brito, concedeu entrevista à Rádio São Francisco agora a pouco. Ela contou detalhes do momento da prisão de Adriano, que foi detido dentro da Escola do Pinókio, que funciona em outro prédio. A cozinha que Adriano usava para se alimentar era a cozinha da Escola e não a cozinha principal do Pinokio. O prédio da Escola fica a 50 metros do prédio do Pinokio. O colégio pertence ao Pinokio, mas é gerido pela Secretaria de Educação e Cultura de São Francsco de Itabapoana. O Pinokio é uma instituição que acolhe crianças e adolescentes órfãs, carentes e ou abandonadas de ambos os sexos de 0 a 21 anos incompletos. Confira trechos da fala de Lúcia:

“Nós fomos dormir um pouco mais tarde na noite de domingo, 03-08. Uma menina interna viu que a luz estava acesa e desconfiou. Os internos e funcionários então cercaram o Pinokio e ele não conseguiu sair. Ele disparou um tiro antes da polícia chegar. Então ele se escondeu no segundo andar da Instituição, dentro de um sofá.

Não sabíamos que era ele. Mas imediatamente chamamos a polícia.  A princípio dois policiais chegaram rápido e logo chamaram reforço.

Procuraram em banheiros, armários e nada. Depois de muito procurarem, um policial desconfiou do sofá. Mexeu no de dois lugares e não encontrou nada, foi quando foi mexer no de três lugares e o sofá estava pesado. Ele foi encontrado escondido dentro deste sofá.

Um outro policial encontrou vários lençóis amarrados para descer pela janela. Adriano subiu pelo telhado e abriu uma janela para adentrar o interior. Ele dizia que era inocente.

Adriano já foi interno do Pinokio. Ele era muito pequeno quando veio pra cá, tinha 10 anos, hoje com 22 anos, então há 12 anos esteve internado no Pinókio.

Todas as vezes que ele vinha aqui ele cozinhava. Ontem ele estava cozinhando peixe. Calculamos que foi a quarta vez que esteve no Pinókio.

Ontem, foi sorte, porque formos dormir mais tarde. Ficamos vendo televisão até mais tarde. Foi uma interna que viu a luz acesa. Ele estava sozinho, sujo, sem banho".



Nenhum comentário: