Clique abaixo para ouvir a Rádio São Francisco direto no site

________________________________________________________

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Flagrante de crimes ambientais em SFI nesta sexta-feira


Em Morro Alegre a Polícia Ambiental aprendeu pássaros e gaiolas


Policiais militares da Unidade Policiamento Ambiental (UPAM) e a fiscalização da Secretaria Municipal de Meio Ambiente atuaram em conjunto numa operação de combate a crimes ambientais em São Francisco, nesta sexta-feira, 05-09. Foram feitos quatro flagrantes. Todos os casos chegaram ao conhecimento das autoridades através de denúncias anônimas.

Na localidade de Morro Alegre, na casa de um homem, a Polícia apreendeu pássaros silvestres sem registros no Ibama e gaiolas. O proprietário foi conduzido à 147ª Delegacia Legal, e irá responder em liberdade por crime ambiental. Os animais, 17 coleiros e um biquinho, além de 12 gaiolas e um viveiro, foram levados até à Delegacia. Os pássaros devem passar por um período de quarentena, para serem reintroduzidos na natureza, possivelmente na Reserva Ecológica de Guaxindiba.

Em Lagoa Doce o alvo foi uma construção irregular de um banheiro, ao lado de um quiosque. Segundo o secretário de Meio Ambiente Cláudio Herenger, possivelmente o banheiro será demolido, já que foi construído em área de praia, sem a autorização dos órgãos ambientais.


Já as margens da RJ-196, altura da Praia de Manguinhos, foi constatado desmatamento em área de vegetação nativa, sem o devido licenciamento ambiental. A fiscalização acredita que a vegetação do local foi retirada com a finalidade de edificar uma construção. “Mesmo que a área seja particular, o proprietário tem de ter autorização para fazer supressão de vegetação ”, disse o Secretário de Meio Ambiente.




Também na Praia de Manguinhos foi encontrada uma área de preservação permanente cercada. O local fica próximo à praia, e, segundo a equipe de fiscalização, foi demarcado caracterizando ocupação irregular de solo, e o que é mais grave, em uma área de vegetação de praia.


Participaram da operação policiais ambientais da Upam do Parque Estadual do Desengano em Santa Maria Madalena, responsável pela área do Norte Fluminense. Os policiais deixaram a disposição da população o disque denúncia (22) 2561-3228. Já o canal para denúncias de crimes ambientais da Secretaria de Meio Ambiente é o e-mail: ambiente.pmsfi@yahoo.com.br. 

2 comentários:

ROBSON OLIVEIRA disse...

Este terreno e documentado desde 1996, as pessoas não sabem da veracidade dos fatos e não sabem o que dizem, Manguinhos é um paraiso, mais tem pessoas e não tem o que fazer a não ser cuidar da vida dos outros,não estão preocupados com o meio ambiente e sim prejudicar

ROBSON OLIVEIRA SANTOS

VIVA VIDA disse...

Enquanto isso corre solto o desmatamento em área de restinga entre o braço do Paraiba e a lagoa da barra velha em Gargau.
Da pra ver até pelo satélite. ..
Socorro autoridades!
Olhem lá:

http://goo.gl/maps/W0ndG