Clique abaixo para ouvir a Rádio São Francisco direto no site

________________________________________________________

sábado, 17 de janeiro de 2015

Padre Alessandro Campos: “Deus gosta de alegria”

 Show leva milhares de fiéis a SJB.

Cantando a música Milagre de Tambau com a imagem de Aparecida 

Saboreando uma pipoca. 

Foi um show diferente onde a alegria e o talento musical da mais nova revelação musical do cenário católica, padre Alessandro Campos, foram a tônica do show do padre sertanejo em São João da Barra (RJ) levando milhares de pessoas na noite de sexta-feira, 16, à Praça da cidade.

“Deus gosta de alegria”, enfatizou o padre Alessandro Campos num dos intervalos que fez de uma música. “Talvez seja por isso, que muitas vezes somos mal compreendidos”, diz.

Segundo padre Alessandro pode ter alguém que diga: "Olha que padre estranho que usa chapéu, usa botas". O importante para mim é continuar em frente evangelizando através da música.

“O chapéu e a bota ou a batina não me fazem mais padre ou menos padre. Ser padre é minha decência, minha ordenação, porque muitas vezes a felicidade e a alegria incomodam os frustrados e infelizes, tantas pessoas que ainda não conhecem Jesus Cristo. Para mim, a maior marca do cristão é a felicidade, eu não tenho dúvidas disso”, completa.

A primeira música que cantou ao entrar no palco foi “O que que eu sou sem Jesus”, sucesso em todas as rádios do Brasil. Além das músicas do CD, o padre Alessandro intercalou com muita MPB incluindo até  samba e pagode.

Durante o show, olhando a multidão, ele disse que sentia um cheiro de pipocas e apontando para pipoqueiro pediu um pacote. “Quero o maior pacote de pipocas”, disse. Foi atendido imediatamente. Aliás, vários fies jogavam presentes e até uma maleta de couro novinha embalada na caixa com papel de presente foi entregue ao padre que pacientemente abriu a caixa e exibiu a maleta para o público. “Estava precisando de uma dessa”, disse.

Mas a interatividade com o público não ficou por aí, depois da pipoca visualizou um vendedor de algodão doce e logo pediu um. Brincou também com os vendedores de churrasquinhos, caldo de cana, pasteis, churros e até caipy frutas, uma forma de prestigiar todos os comerciantes ambulantes que estavam trabalhando.

“Vocês estão cansados?”, indagava o padre. “Olha meu show tem a duração de 1h15m, mas já estamos com 2 horas de show, vocês merecem”, disse.

No camarim meia hora antes do início do show, que começou pontualmente às 21 horas, o padre Alessandro Campos recebeu a imprensa. Lá estavam, também, o Blog do Paulo Noel e da Rádio São Francisco FM.

Ônibus de SFI deu defeito
Um ônibus com cerca de quarenta católicos de São Francisco de Itabapoana ficou pelo caminho; deu defeito em Travessão de Campos. Até o motorista conseguir o conserto, o show já havia começado e a líder da caravana, Ivangela Costureira, decidiu voltar. Entretanto, dezenas de caravanas utilizando carros de passeio e vans fizeram excelente viagem e todos assistiram ao show. Caravanas de Guaxindiba, Valão Seco, São Francisco, Morro Alegre, Praça João Pessoa, Santa Clara, Volta Redonda e muitas outras localidades também marcaram presença.

De acordo com informações do padre Alessandro Campos hoje o show será em Vila de Itapemirim no Espírito Santos. Mas citou que durante a semana que vem até o final do mês , tem agendamentos para Fortaleza (CE), São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. "É cansativo, sim, mas faço o que gosto. Mas já falei para o  bispo da minha diocese. Se for para deixar de ser padre eu prefiro deixar de ser cantor", diz. 

Nenhum comentário: