Clique abaixo para ouvir a Rádio São Francisco direto no site

________________________________________________________

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Sanfranciscanos que estudam durante o dia no IFF não têm gratuidade nas passagens


Casal gasta R$ 600 por mês com transporte do filho

Prestar um processo seletivo e ser aprovado para uma instituição federal como o IFF-Campos é o sonho de muitos jovens estudantes de São Francisco de Itabapoana. Entretanto, muitos deles desistem deste sonho, já que os gastos com passagens são altos. Caso o aluno resida na Zona Rural do município, pior ainda, pois o custo aumenta.

Jovens que terminam o ensino fundamental buscam o caminho do IFF, devido ao fato de poder estudar o Ensino Médio na parte da manhã, e cursar, concomitantemente, o Ensino Técnico Profissionalizante no turno da tarde. À noite o munício disponibiliza transporte aos universitários, mas os estudos concomitantes estão disponíveis somente durante o dia.

O Blog recebeu o casal da localidade de Vilão, Paulo César Lima e Silvana dos Santos para uma entrevista. Pais de um jovem de 15 anos, que estuda desde o ano passado no IFF, eles contam como é a rotina da família para o estudante ir pra campos todos os dias. Os gastos com passagens chegam a R$ 600 por mês. Assim como eles, várias outras famílias também estão na mesma situação.

O Blog pergunta: cadê a lei do passe livre para os estudantes? Confira a entrevista:

7 comentários:

Filipe disse...

Boa Noite,eu e meu amigo vivemos numa situação igual a desse menino, em agosto do ano passado a cana brava abriu o programa jovem aprendiz, que pagaria um salário para estudar no Senai em campos, e de setembro até hoje não pagaram nem um real, o curso continuou, tinha varios amigos nosso que pararam por conta de gasto com passagem, moramos em Praça Joao Pessoa, nosso gasto é de 25 reais todos os dias, e em Julho agora encerra o curso, e pretendemos ir até o final, tem dias que não vamos porque nao tem dinheiro, ou pegamos emprestado, a prefeitura podia colaborar com o transporte ou o passe livre nos ônibus.

Filipe disse...

Eu vivo a mesma situação desse menino, moro em Praca Joao Pessoa, zona rural de São Francisco, estudo no Senai em Campos, na parte da tarde, todo dia gasto um total de 30 reais com passagem e lanche, a prefeitura podia colaborar com um transporte ou um passe livre nos onibus, e tem mais gente do município que estuda la comigo tambem.

Rebecca Viana disse...

Totalmente apoiados! Passei por esse drama no período de 2009-2011, mas como morava em São Francisco, não tinha um problema TAP grande na volta pra casa. Pegava uma van que também me deixava no IFF, custeada pelo meu pai, e voltava no ônibus 1001,que aceitava estudantes de graça com a apresentação da carteirinha. Um município que não tem uma educação de qualidade deveria pelo menos oferecer as condições miminimas para que o estudante pudesse correr atrás de seu sonho. Não desista do sonho de vocês, hoje eu trabalho na Petrobras graças aos meus pais,nenhum mérito ao município.

Isabel Andrade disse...

Infelizmente essa é a realidade de muitos estudantes de São Francisco. A prefeitura não disponibiliza um ônibus pois, segundo a própria, não há demanda de estudantes. Peço encarecidamente que a rádio entre em contato com a prefeitura e deixe um espaço na rádio para os estudantes se manifestarem.

Isabel Andrade disse...

Infelizmente essa é a realidade de muitos estudantes de São Francisco. A prefeitura não disponibiliza um ônibus pois, segundo a própria, não há demanda de estudantes. Peço encarecidamente que a rádio entre em contato com a prefeitura e deixe um espaço na rádio para os estudantes se manifestarem.

Isabel Andrade disse...

Infelizmente essa é a realidade de muitos estudantes de São Francisco. A prefeitura não disponibiliza um ônibus pois, segundo a própria, não há demanda de estudantes. Peço encarecidamente que a rádio entre em contato com a prefeitura e deixe um espaço na rádio para os estudantes se manifestarem.

Isabel Andrade disse...

Infelizmente essa é a realidade de muitos estudantes de São Francisco. A prefeitura não disponibiliza um ônibus pois, segundo a própria, não há demanda de estudantes. Peço encarecidamente que a rádio entre em contato com a prefeitura e deixe um espaço na rádio para os estudantes se manifestarem.