terça-feira, 14 de setembro de 2010

Segundo pesquisas Tiririca pode ser o deputado federal mais votado por São Paulo


Tiririca lidera corrida para se eleger deputado federal por São Paulo .

Pesquisa semanal do Ibope mostra que ele já desbancou políticos tradicionais .


Tiririca é dono do jargão "pior que tá num fica" .

O humorista Francisco Everardo Oliveira, o Tiririca (PR), lidera as pesquisas semanais do Ibope para a vaga de deputado federal em São Paulo, o maior colégio eleitoral do Brasil.

Com o resultado, o dono do jargão “pior que tá num fica, vote Tiririca” desbancou políticos tradicionais, como o favorito Márcio França, presidente do PSB em São Paulo, e Paulo Maluf (PP), ex-prefeito da capital.

A eleição de Tiririca pode representar mais. Por ser dono do maior eleitorado do Brasil, São Paulo deve dar ao palhaço a maior votação do país.

Com isso, Tiririca não apenas se elegerá como deve trazer com ele outros políticos do PR que não vão conseguir tanto sucesso nas urnas, como os cantores Juca Chaves e Agnaldo Timóteo e o mensaleiro Valdemar Costa Neto, que precisou renunciar ao mandato de deputado federal em agosto de 2005 para não ser cassado.

Além de Tiririca, outros famosos tentam uma vaga no Congresso. É o caso do pagodeiro e candidato ao Senado Netinho de Paula (PCdoB), que divide a liderança das últimas pesquisas com a candidata Marta Suplicy (PT).

Também concorrem a uma vaga na Câmara por São Paulo a sambista Leci Brandão (PCdoB), o cantor Frank Aguiar (PTB), a apresentadora Simoni (PP) e a dançarina Mulher Pera (PTN).

Dor de cabeça

Preocupados com o sucesso da candidatura de Tiririca, seus adversários diretos vem partindo para o ataque no horário eleitoral gratuito. Tiririca já tem a antipatia do candidato a governador Aloizio Mercadante (PT), que se manifestou contra o discurso que o humorista costuma fazer em sua propaganda eleitoral, e de Maguila (PTN), outro estreante na política e adversário direto de Tiririca, que acerta um golpe num saco de boxe pintado com sua caricatura enquanto diz. - Política é coisa séria, chega de palhaçada. (Faça seu comentário ) (Do Site R7.com.br )

5 comentários:

Thiago Viana disse...

É isso aí! Ou vende o voto e joga fora vendido; ou joga ele fora sem vender.

O que podemos esperar de um Estado que já deu 800 mil votos ao Maluf, 1,5 milhão para Enéas e mantém o PSDB no poder por 16 anos?

João Felipe Borges disse...

Será que essa é saída pra tornar a política algo mais limpo e eficiente? Sera que esses votos são realmente consientes?Indignação?Desculpe,mas acho isso falta de compromisso e educação por falta dos eleitores.Deveríamos ser mais politizados para não sofrermos com os desastres políticos,deveríamos ser mais compromissados pois só assim realmente mudaríamos a cara do nosso país,é por essas e outras que o povo se tornou "instrumento" da política ao passo que política deveria ser "instrumento" do povo!
Somos reféns de nós mesmos!

fabiovieitas disse...

Thiago falou tudo!!!!!


Depois choram as mágoas de um governo falido!!!! Palhaço, é no circo!!!!!


Ele tem que fazer a arte, e não a arte com o povo!!!!!



Vamos votar consciente galera!!!!!

Fred Pinheiro disse...

Acho que chegou a hora de lançar outra vez na politica o "SASSÁ MUTEMA" mais conhecido como "O SALVADOR DA PÁTRIA".Quem sabe não seria a solução pora S. Francisco!!!! RSRSSRSRSRSR

João Paulo disse...

De maneira alguma devemos culpar Tiririca ou seus eleitores. Afinal, não creio que Tiririca seja pior do que vários dos membros de nosso Congresso. Culpo sim a estrutura política brasileira que possibilita que pessoas sem qualquer preparo, e não raras as vezes sem qualquer escrúpulo, tenham tanto poder de interferir em nossas vidas. Não adianta reclamarmos de Tiririca: a solução está em diminuirmos o poder do Estado.