Clique abaixo para ouvir a Rádio São Francisco direto no site

________________________________________________________

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Motorista que causou acidente em Santa Rita é preso em flagrante


Segundo delegada de SFI, homem estava embriagado e tentou subornar policial civil.

O motorista do carro que provocou o acidente na noite desta quinta-feira, 16-10, na RJ-224, em Santa Rita, foi preso em flagrante. Segundo a delegada Ivana Morgado, responsável pela 147ª Delegacia Legal de São Francisco de Itabapoana, N.S.A. foi preso por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar, embriaguez ao volante com agravante de não possuir carteira nacional de habilitação e tentativa de subornar um policial civil.

O acidente resultou na morte da estudante de farmácia Zielma Moreira Duarte, 50 anos, moradora em Travessão de Barra. Ela dirigia o Sandeiro vermelho, que seguia no sentido a São Francisco. Já N.S.A. conduzia um Sonic branco no sentido a Campos.

“O cigano tentou subornar um de nossos policiais ao oferecer R$ 560,00 para que não fosse preso em flagrante. O policial não aceitou e ainda o motorista vai responder por isso. Devido aos agravantes de embriaguez ao volante e tentativa de suborno, não cabe fiança e o preso será levado para a Casa de Custódia Dalton Crespo de Castro”, contou a delegada em entrevista à Rádio São Francisco.

Ainda segundo a delegada, o motorista foi submetido ao teste do bafômetro, que comprovou a embriaguez. “As primeiras informações apuradas no inquérito são que ele é de Campos e estava participando de uma festa na Praia de Sossego”, disse Ivana.

Vítimas

O corpo de Zielma foi removido pelo rabecão do Corpo de Bombeiros para o IML durante a madrugada e foi liberado no final da manhã desta sexta-feira para sepultamento. A amiga de Zielma, Eliete, teve ferimentos leves.

Já no Sonic com N.S.A. estavam ainda uma mulher, uma criança de quatro anos, U.F.S., um adolescente de 17 anos, U.S. e V.A.S., um homem de 32 anos, além de uma mulher, mãe da criança. A criança e o adolescente tiveram fermentos mais graves e foram socorridos para o Hospital Ferreira Machado, enquanto as demais vítimas foram atendidas no Hospital Municipal Manoel Carola.

Comentário do Blog

Segundo a Polícia, o Sonic estava em alta velocidade. O carro ficou desgovernado após passar pelo quebra-molas, localizado em frente ao Posto de Lavagem, invadindo a contramão, atingindo o carro de Zielma, que por sua vez conduzia o sandeiro em baixa velocidade, já que passara pelo quebra molas em frente à marquise.

Seria irresponsável afirmar que o quebra molas provocou o acidente. Alguém poderia contestar que se o quebra molas não existisse, talvez, o motorista EMBRIAGADO não perderia o controle do veículo. Caros leitores, contra fatos não há argumentos. A Polícia constatou e quem esteve presente percebeu que o motorista dirigia sob efeito de álcool.

Entretanto não podemos deixar de comentar a grande quantidade de quebra-molas sem sinalização no município, o que pode provocar acidentes. Em Santa Rita tem placa, mas em cima. É preciso fazer como foi feito em imburi, colocar placas informando do quebra-molas a 100 ou 200 metros.

2 comentários:

Anônimo disse...

Realmente tem que por placas antes dos quebra molas porque é difícil vizualizar e mesmo você conhecendo o lugar você acaba esquecendo porque não tem nada sinalizando.
E tem certos lugares que tem placa e nem tem quebra molas, acho que a prefeitura tem que resolver isso logo porque está chegando o verão e vem pessoas de fora que não conhecem a estrada direito e pode causar acidentes.
E também tem pessoas que estão utilizando a beira da pista como quintal colocando carcaça de carros e ferro velho em sfi e em bom lugar e nossa pista nem tem acostamento, acho que a prefeitura deve começar a resolver essas coisas.

Lord Knight Iori Yagami disse...

acho um absurdo que um cara bebado, sem carteira que causou a morte de uma pessoa seja preso por homicidio culposo, apartir do momento que vc bebe e pega um volante vc esta ciente que esta pondo a vida dos outros em risco.