Clique abaixo para ouvir a Rádio São Francisco direto no site

________________________________________________________

sábado, 6 de dezembro de 2014

Nascem os primeiros filhotes de tartaruga da temporada 2014/2015 do Projeto Tamar em SFI


O projeto TAMAR completa este mês o 35º aniversário com motivos para comemoração: nasceram os primeiros filhotes de tartaruga do cercado de incubação de Santa Clara desta temporada 2014/2105.

Criado em 1980 o TAMAR é reconhecido nacional e internacionalmente como uma das mais bem sucedidas experiências de projeto consolidado de proteção e conservação marinha do mundo, servindo de modelo para outros países, sobretudo por envolver as comunidades costeiras diretamente no seu trabalho socioambiental.

Atualmente todas as cinco espécies de tartarugas marinhas que ocorrem no Brasil estão ameaçadas de extinção, sendo elas: Tartaruga-de-pente (Eretmochelys imbricata), tartaruga-de-couro (Dermochelys coriacea), tartaruga-cabeçuda (Caretta caretta), tartaruga-verde (Chelonia mydas) e tartaruga-oliva (Lepidochelys olivacea),  com objetivo de proteger essas espécies, o Projeto Tamar protege cerca de 1.100km de praias, através de 22 bases de pesquisa, conservação e educação ambiental localizados em áreas estratégicas de reprodução, alimentação e desenvolvimento desses animais, ao longo do litoral e ilhas oceânicas, em nove estados brasileiros.

A temporada reprodutiva no Brasil ocorre entre os meses de setembro e março, na temporada passada (2013-2014), o Projeto Tamar atingiu o número de 1,9 milhões de filhotes soltos sob a proteção do projeto, para este ano as expectativas são ainda maiores.

A Sub-base de São Francisco de Itabapoana, Base bacia de Campos-RJ, monitora cerca de 36 quilômetros de praia, mantendo 8 quilômetros com ninhos “In Situ”, ou seja, onde os ninhos permanecem nos locais de origem, no mesmo lugar onde as tartarugas desovaram, já nos 28 quilômetros restantes, os ninhos são transferidos para os cercados de incubação, um na praia de Santa Clara e outro na praia de Tatagiba.

No dia 03/12/2014, comemoramos o nascimento do primeiro ninho da temporada (2014-2015) na Sub-base de São Francisco de Itabapoana, foi um ninho de tartaruga-cabeçuda (Caretta caretta), a espécie que mais se reproduz no município, onde nasceram um total de 126 filhotes.


Para promover a proteção das tartarugas marinhas, o Projeto Tamar conta com o apoio de pesquisadores, estagiários e principalmente das comunidades litorâneas e turistas.

Nenhum comentário: