Clique abaixo para ouvir a Rádio São Francisco direto no site

________________________________________________________

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Falso motorista de lotada (carro de passeio) estupra mulher em Estrada vicinal próximo a Usina Cana Brava

Homem que praticou o crime disse que era motorista de lotada ao parar no ponto de Vans em Santa Rita .

Uma mulher, moradora de Santa Rita, cujo nome vamos preservar, foi estuprada na manhã desta sexta-feira, 9, numa estrada vicinal próximo a Usina Cana Brava na RJ-224, no limite entre Campos com São Francisco de Itabapoana.

Por volta das 8 horas da manhã um motorista parou o carro no ponto das Vans em Santa Rita dizendo para a passageira que fazia a lotada entre SFI e Campos. A moça que estava aguardando a Van para Campos a princípio estranhou por não ver nenhum passageiro no interior do veículo. O motorista explicou que apanharia mais passageiros em Morro Alegre e Imburi.

Aceitando o argumento do falso motorista de lotada a mulher seguiu viagem com o bandido que, após Morro Alegre, portando um revólver começou a fazer ameaças.

Próximo a Usina Cana Brava, o motorista entrou em uma Estrada vicinal e, ao parar o carro, ordenou que a mulher tirasse a roupa para em seguida praticar o estupro.

A vítima, na manhã desta sexta-feira, 9, registrou o Boletim de Ocorrência na 147ª DP Legal de São Francisco de Itabapoana. Após o crime o bandido fugiu e deixou a mulher na pista.

Atualizado às 17 horas:

Um grupo de motoristas de Vans esteve por volta das 16 horas na Rádio São Francisco FM, onde está a redação da Blog,  para falar com relação a manchete da matéria.

Eles alegam que o criminoso não estava dirigindo uma Van, no que concordo. O criminoso utilizava um carro de passeio e parou no ponto das Vans em Santa Rita informando a mulher que era motorista de lotada. A pedido, resolvemos trocar a manchete para "Falso motorista de lotada (carro de passeio) estupra mulher em Estrada vicinal próximo a Usina Cana Brava"... 

A mulher ainda estranhou o fato do carro de porte pequeno estar vazio. Mas mesmo assim ela entrou. Quer dizer, acreditou tratar-se de um carro pequeno de lotada. Acabou no que deu. Estamos vivendo num mundo complicado. É preciso desconfiar sempre. Temos que estar alerta. Vamos entrar somente em Vans ou lotadas que sejam identificadas. 

Compete agora a polícia investigar para saber quem foi este estuprador. Com as informações, ou um retrato falado, ajudariam muito. As características do bandido. É lamentável o que aconteceu com essa mulher. Vamos torcer para que a polícia logre êxito prendendo este criminoso.

Em nossa página no Facebook uma internauta sugeriu que as Vans e lotadas sejam identificadas através de adesivos com logomarcas específicas e com a pintura do veículo patronizada com informações de que o veículo faz o transporte coletivo. Gostei da ideia. 

2 comentários:

Fatima Maria disse...

AS LOTADAS DE CARROS PEQUENOS QUE SAI DE SÃO FRANCISCO SAI SEMPRE CHEIO ENTÃO, É SÓ NÃO ENTRAR EM CARROS PEQUENOS NO MEIO DA ESTRADA, QUE É COMPLETAMENTE DIFERENTE DAS VANS QUE SAI DE SÃO FRANCISCO E VAI PEGANDO PASSAGEIROS. EU SEMPRE QUANDO VOU PRA CAMPOS EU SÓ VOU EM CARROS PEQUENO E QUANDO VOLTO FAÇO A MESMA COISA POREM PEGANDO SEMPRE NO PONTO DE SAÍDA
, MAS EU PEGO NO PONTO PERTO DO POSTO EM SÃO FRANCISCO.

Unknown disse...

Não a conheço, mas pela atitude da pra ver que trata-se de uma mulher guerreira e corajosa, pois, de repente nem é a primeira vez que esse marginal praticou esse tipo de crime. O que me deixa frustada é saber que algumas pessoas ainda possam pensar que essa vítima ainda esteja errada em alguma circunstância...