Clique abaixo para ouvir a Rádio São Francisco direto no site

________________________________________________________

terça-feira, 23 de junho de 2015

Trabalhadores demitidos da Canabrava fazem manifestação em frente a Usina pelo não pagamento das rescisões trabalhistas

Usina diz que conseguiu aporte de 6 milhões para sanar todas as dividas trabalhistas e de gasto com o início da safra na segunda-feira, 29. (Veja ao vídeo).
video


Cerca de cem trabalhadores demitidos da Usina Canabrava amanheceram esta terça-feira, 23-06, na porta da usina realizando uma manifestação pacífica pelo não pagamento dos contratos rescisórios por parte da usina. Muitos destes trabalhadores demitidos em março deste ano, chegaram a assinar um documento denominado “Carta de Crédito”.

O documento é o resultado de um acordo coletivo firmado entre a Usina com o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Campos referente ao pagamento das verbas rescisórias em parcelamento mensal. “Só que o pagamento das parcelas está atrasado”, disse um trabalhador.

O portão de saída da Usina Canabrava chegou a ser broqueado com paus e pneus onde os manifestantes atearam fogo. Duas viaturas da Polícia Militar permaneceram no local com os policiais apenas observando a movimentação.

Logo que o Blog chegou ao local conversou com os trabalhadores que falaram ao “vivo” para a Rádio São Francisco FM narrando suas dificuldades, protestando contra a usina pelo não pagamento.

Durante a entrevista foi dito que a empresa está investindo na manutenção e compra de novos equipamentos para o inicio da safra da cana de açúcar e esqueceu de honrar seus compromissos com os trabalhadores demitidos.

Fernando Alfini
Após ouvir a versão dos trabalhadores, a equipe do Blog e da Rádio São Francisco FM conseguiu autorização para entrar na usina, oportunidade em que conversou com gerente administrativo da Canabrava Fernando Ziolli Alfini.

Alfini disse que estava dando em primeira mão a informação de que a Canabrava conseguiu um aporte de R$6 milhões para investimentos o início da safra e para liquidar as dívidas com os trabalhadores.

“Deste dinheiro, já na semana que vem, no mais tardar na quarta-feira, vamos reservar R$1 milhão de reais para liquidar nossas dívidas com os trabalhadores”, garantiu.

SAFRA 2015
Sobre a safra 2015, o gerente Fernando Alfini disse que já começa na próxima segunda-feira, com a expectativa de alcançar a mesma produção do ano passado de 800 mil toneladas de cana.


Na saída da entrevista com o gerente da Canabrava, os trabalhadores se aproximaram de nossa reportagem para saber o que foi dito pela Usina. Muitos receberam a notícia céticos. O Blog se comprometeu em acompanhar o procedimento de acerto da Usina com os trabalhadores. 

“Contamos com vocês da imprensa”, disse um dos integrantes do grupo de manifestantes no momento em que deixávamos a Usina Canabrava.  









Nenhum comentário: