Clique abaixo para ouvir a Rádio São Francisco direto no site

________________________________________________________

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Meio ambiente captura capivara em São Francisco de Itabapoana

Animal estava gestante e com forte hemorragia interna. Após cirurgia, não resistiu e morreu no hospital veterinário da UENF.




Matéria atualizada com foto às 18h20
Uma capivara fugiu de seu habitat natural e foi parar em uma casa em construção  na localidade de Boca da Areia, no entorno do Centro de São Francisco de Itabapoana.

Afinal, quem está invadindo o espaço de quem? Nós, seres humanos, ou os animais? O Blog do Paulo Noel acompanhou a captura da capivara. 

O animal estava acuado em um dos cômodos e levou cerca de 1 hora para que fosse capturado pelos funcionários da Correição, o serviço de apreensão de animais.  
Não foi fácil. Utilizando cordas, os funcionários tentavam laçar a capivara, que por duas vezes conseguiu se desvencilhar das cordas. Aparentemente cansado, o animal finalmente foi laçado por um dos pés e pescoço.

Após ser laçado e colocado no caminhão da Correição, a capivara, de 50 kg, foi levada para o Núcleo de Atendimento e Pesquisas de Animais Selvagens (NEPAS) da UENF, onde foi atendida no Hospital Veterinário da UENF pelo coordenador do NEPAS, o veterinário Carlos Henrique.

Segundo o secretário municipal de Meio Ambiente, Claudio Heringer, que acompanhou a equipe a Campos, tudo foi feito para salvar o animal. “O veterinário explicou que pelo estado em que o animal chegou ao NEPAS, estaria num processo de hemorragia interna já que estava gestante”, diz.

 Segundo o veterinário a capivara estava à procura de refúgio para nascimento da cria, e teria chegada a casa em construção muito estressada.

Estaria em um quadro de desorientação, porque não conseguia um local adequado para o nascimento da cria. “Fora do habitat, talvez tentando fugir de algum predador, que pode ter sido o homem ou um animal, a capivara acabou acuada, passando da hora do nascimento da cria”, diz.

O Secretário de Meio Ambiente lamentou: “permaneci no hospital veterinário o tempo todo acompanhando o esforço da equipe veterinária, que parou tudo para receber este animal, que infelizmente veio a óbito. A cria também não pode ser salva”, diz.

Confira no vídeo a captura da capivara. 

4 comentários:

brian almeida disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
DARA disse...

DEPOIS,DESSA CORDA ,NO PESCOÇO, E NAS PERNAS, NÃO TEM NEM COMO ESSE BICHO SE SALVA SÓ DEUS,

Henrique Nogueira disse...

Não há nada de "corajoso" nesse vídeo!

Vejo apenas um procedimento mal planejado e executado de uma maneira desrespeitoso para com o animal, o que resultou na morte do mesmo!

André Garcia disse...

Francamente, sério que isso se julga um bom trabalho?

Não precisa ser nenhum gênio para saber que o procedimento foi totalmente incorreto..

Tenho certeza de que ninguem tinha a intenção de acabar com a vida do animal, então espero que a lição tenha sido aprendida!

Da proxima vez, deixem com quem tem capacidade para fazer isso!