Clique abaixo para ouvir a Rádio São Francisco direto no site

________________________________________________________

sábado, 14 de junho de 2014

Aberta oficialmente a moagem de cana-de-açúcar da Coagro

Safra 2014: Expectativa é alcançar 800 mil toneladas e produção de 1,2 mil sacas de açúcar

Foto:Marcelo Esqueff/Ururau.

Aberta oficialmente na tarde de sexta-feira (13/06) a moagem de cana-de-açúcar da Cooperativa Agroindustrial do Estado do Rio de Janeiro (Coagro). Segundo informações do site Ururau a expectativa é de moer 800 mil toneladas do produto, com produção de cerca de 1,3 milhão sacas de açúcar e 28 milhões de litros de etanol.

Para marcar a data, foi realizada uma cerimônia na sede do parque industrial, situado no distrito de Goitacazes, em Campos dos Goytacazes,  onde foi apresentada a Licença de Operação (LO), com participação do presidente da Coagro, Frederico Paes, do secretário de Agricultura do Estado, Alberto Mofati, do ex-secretário da pasta e deputado Christino Áureo, além de representantes da Emater, produtores e funcionários da Coagro. O documento, emitido pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea), torna a unidade como primeira usina antiga do Rio de Janeiro a receber a licença, das 22 que chegaram a existir no Estado.

“Este ano tivemos diversas dificuldades, mas é um motivo de orgulho imenso para nós da Coagro termos conseguido a licença. A usina, considerada velha, a vovozinha, precisou se adaptar a várias coisas para obter a licença. Foi uma conquista muito grande”, disse Frederico Paes, ressaltando que a safra começou na semana passada através de autorização do Conselho Diretor do Inea.

Frederico explicou que a safra deste ano teve uma perspectiva de quebra na ordem de 20%, em função da seca de janeiro e fevereiro, mas acredita-se que vai permanecer em 5 a 10 porcento já que choveu um pouco em abril, maio e junho.


“Atribuímos a quebra de safra principalmente ao clima e até mesmo a falta de capacidade de investimento dos produtores já que estamos com três anos de preço baixo de açúcar e álcool, e consequentemente de cana-de-açúcar, e também a poucos investimentos que os produtores não tiveram recursos pra fazer, mas em contra partida, não vai cair mais devido aos convênios que foram firmados, inclusive com a Secretaria de Agricultura, no tocante ao plantio de cana”, justificou o presidente da Coagro acrescentando que, já plantados, para a safra do ano que vem, 2.500 hectares através de convênio firmado com a Caixa Econômica Federal, Agência Estadual de Fomento (AgeRio) e Secretaria de Agricultura do Estado e, a meta é chegar a 5 mil hectares. (Da redação com informações do site Ururau e postagem da jornalista VALQUÍRIA AZEVEDO)

Nenhum comentário: