Clique abaixo para ouvir a Rádio São Francisco direto no site

________________________________________________________

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Pezão vistoria construção de ponte entre São João da Barra e São Francisco de Itabapoana

Obras são esperadas há mais de 30 anos e custarão R$ 105 milhões

Fotos: Marcelo Horn

O governador Luiz Fernando Pezão vistoriou, nesta quinta-feira (20/08), o andamento das obras de construção da Ponte da Integração, que une os municípios de São João da Barra e São Francisco de Itabapoana, no Norte fluminense. Com 20% da construção já executada, a ponte vai concretizar um antigo sonho das populações e encurtar em mais de uma hora a distância entre os dois municípios.

- Esta ponte sempre foi um grande anseio das populações por essa ligação e estou muito feliz em ver o ritmo da obra. Ela vai beneficiar cerca de 500 mil pessoas e facilitar o escoamento da produção da região. Eu tenho certeza que ajudará na mobilidade das cidades, mas também na logística do Porto do Açu – afirmou Pezão.

A ponte está sendo erguida entre a localidade de São Domingo, em São João da Barra, e Campo Novo, em São Francisco de Itabapoana. A via vai fazer a ligação entre a RJ-196, no trecho compreendido entre as interseções com a BR-356, à RJ-194 no outro lado do rio.

O Departamento de Estrada de Rodagem (DER), órgão vinculado à Secretaria de Obras, emprega cerca de 50 pessoas nos serviços de infraestrutura da margem esquerda do rio, na colocação de pilares e nas fundações da estrutura da ponte. A intervenção na margem direita já foi concluída.

Com 1,3 quilômetro de extensão e 16,2 metros de largura, a ponte será fundamental para o desenvolvimento econômico da região, porque permitirá mais agilidade e economia no escoamento da produção de fruticultura e no abastecimento de cana-de-açúcar para as usinas do Norte fluminense. As obras, esperadas há mais de 30 anos, contarão com um investimento de R$ 105 milhões e deverão ser entregues no segundo semestre de 2016.

A nova estrutura impulsionará ainda o turismo na região, permitindo o acesso de mais visitantes às diversas praias e hotéis-fazenda situados nos dois municípios, banhados pelo Oceano Atlântico.

- Essa ponte vai diminuir o espaço que existe entre a margem do porto e a margem do rio que são de apenas 10 quilômetros em linha reta, mas que hoje significam 76 quilômetros sem essa ligação. É uma obra muito esperada e vai facilitar bastante – avaliou Wilson dos Santos, servidor federal aposentado.

Fotos: Secom SJB ( Antonio Cruz)


3 comentários:

Fernando disse...

Uma coisa que não vi ninguém perguntar, e que eu achei que seria comentado , é a questão do asfaltamento da RJ 196, pois pelo que estamos vendo, a ponte ficará pronta, porém sem acesso por estrada asfaltada no trecho que liga Campos a Gargaú!

Paulo Noel disse...

Fernando. Você tem razão. Ninguém perguntou. Estava em nossa pauta de perguntas. Mas, quando me aproximei do governador ele saiu andando e só respondeu uma pergunta. Acho, que em respeito a população deveria conceder uma coletiva de imprensa. Aí sim. Ficou também sem indagar do governo sobre a implantação de uma guarnição do corpo de bombeiros em SFI e sobre as obras da Estrada da Produção ou da Fruta que liga Praça João Pessoa a BR-101.

Fernando disse...

Realmente Paulo Noel, eu achava que algum deputado fosse perguntar, e também achei que vc fosse faze-lo, fica agora talvez uma entrevista com algum deputado para ver oq tem a dizer sobre o assunto, outra situação á ser colocada , é a questão da instalação de um posto de policiamento nas proximidades de Campo Novo, pois com essa ponte, várias pessoas de má índole com certeza irão usar esse acesso para entrar em nosso município!