Clique abaixo para ouvir a Rádio São Francisco direto no site

________________________________________________________

sábado, 12 de setembro de 2015

Bandidos fazem casal e secretária doméstica reféns em roubo a residência em Santa Clara

Uma das vítimas foi ferida a faca na mão direita.
Sangue do ferimento provocada pela faca na mão direita da secretária doméstica.

Quatro bandidos armados de facas e revólver invadiram uma residência de verão na praia de Santa Clara litoral de São Francisco de Itabapoana, na manhã deste sábado, 12, por volta das 9 horas e, durante meia hora mantiveram um casal e uma secretária doméstica reféns enquanto praticavam o crime. O casal D.S., 68 anos e A.S. de 69, ainda estava no quarto da residência quando foi rendido.  

Segundo o comerciante D.S., os elementos roubaram joias, dois telefones celular e R$1.300 em dinheiro e ainda feriram com uma faca a secretaria doméstica na mão direita. Socorrida para o Hospital Manoel Carola a secretária precisou passar por uma mini-cirurgia na mão, mas está bem de saúde e já teve alta. 


Segundo informações da Polícia Militar, os quatro elementos são dois pardos, altos e magros e um negro de estatura mediana. Todos na faixa etária de 22 a 30 anos.

Os elementos pularam o muro e surpreenderam o casal ainda na cama. O comerciante do ramo de alto-peças em Campos dos Goytacazes e São Francisco de Itabapoana  foi imobilizado com uma abraçadeira plástica com os braços para trás e a professora aposentada permaneceu no quarto com o marido. 


— Se você colaborar não vamos te amarrar — disse o bandido para a esposa do comerciante.

A secretária doméstica foi rendida na varanda e levada para o interior da casa, permanecendo sentada em uma poltrona após ser ferida com a faca. O sangue escorria e ficou pingando no piso da sala. Ela disse que foi ferida na mão, quando levantou o braço para se desvencilhar do bandido. Ele ordenou para que permanecesse parada e em silêncio. 


— Nunca passei por isso na minha vida. Foram momentos de terror. Da sala eu pedi aos bandidos que levassem tudo, mas que, pelo amor de Deus não fizessem nada com a gente — disse a secretária doméstica.


Após o roubo todos foram trancados pelos bandidos em um quarto da casa. Ordenaram que permanecessem no quarto até a saída deles. 

Segundo o comerciante D.S. a todo momento um dos elementos mantinha contato pelo telefone celular com um outro comparsa que dava cobertura da rua próximo à casa. Ao fugirem deixaram na varanda três chinelos e duas facas utilizadas no crime. 

Aos gritos de "queremos dinheiro" e "onde está o cofre" um dos elementos, um que empunhava o revolver era o mais agressivo. 


— Cadê aquele cordão de ouro que eu vi em seu pescoço ontem na padaria — gritava com o comerciante o criminoso.

O comerciante ficou surpreso com a afirmação do bandido. 

— Eu realmente estive na padaria no centro de Santa Clara — disse.

Segundo ainda o comerciante um dos bandidos disse que que há uma semana estava monitorando o casal.

— Durante a ação eles perguntavam onde estava o cofre e o dinheiro, no que respondi que o dinheiro estava na carteira e eles já haviam apanhado. Levaram ainda a chave do meu veículo, um Amarok — disse.   

A ocorrência já foi registrada na 147ª Delegacia Legal de São Francisco de Itabapoana. Uma viatura da 3ª Cia da Polícia Militar de SFI esteve no local e fez uma varredura pelas ruas de Santa Clara a Gargaú. Ninguém foi preso. 

Chinelos deixados pelos bandidos na varanda. Na outra imagem, a mão da secretária doméstica com atadura após cirurgia.
Abraçadeira plástica utilizada na imobilização do comerciante.

Nenhum comentário: