Clique abaixo para ouvir a Rádio São Francisco direto no site

________________________________________________________

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Mais de 6 milhões de eleitores já podem fazer a biometria no estado do Rio


No Norte Fluminense recadastramento está disponível em São Francisco de Itabapoana, Campos dos Goytacazes, São João da Barra, São Fidélis e Macaé

No estado do Rio, a biometria, tecnologia que torna as eleições mais seguras, por impedir que uma pessoa vote no lugar de outra, está disponível agora para mais de 6 milhões de eleitores de 35 municípios do interior e 46 cartórios da capital. Até o momento, mais de 71 mil pessoas já realizaram o procedimento, que dura em média 15 minutos.

O recadastramento foi normalizado nesta semana, com a suspensão da greve dos servidores da Justiça Federal. Durante a paralisação, as 249 ZEs do estado funcionaram com 60% do pessoal, para atender casos emergenciais.

No Norte Fluminense, estão com recadastramento biométrico os seguintes municípios: São Francisco de Itabapoana, Campos dos Goytacazes, São João da Barra, São Fidélis e Macaé (somente eleitors das Zonas Eleitorais 254ª e 109ª).

Documentos necessários

O recadastramento biométrico deve ser feito na zona eleitoral que atende o bairro em que o eleitor reside. Ele deve levar documento de identidade original e dentro da validade e comprovante de residência atual. No caso de alteração do nome, é necessária, ainda, a apresentação de certidão de casamento ou documento que comprove a mudança dos dados, como uma sentença judicial. Homens maiores de 18 anos que vão tirar o título pela primeira vez devem apresentar também o comprovante de quitação militar. O horário de funcionamento das zonas eleitorais é de segunda a sexta-feira, das 11h às 19h.

Atualmente, o recadastramento não é obrigatório, mas a Justiça Eleitoral recomenda que os eleitores que residem nos locais onde já é possível realizar a biometria o façam o quanto antes. O objetivo é evitar filas no futuro e possibilitar a votação em 2016 com urnas biométricas.

Fonte: TRE-RJ

Nenhum comentário: