Clique abaixo para ouvir a Rádio São Francisco direto no site

________________________________________________________

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Homem suspeito de esfaquear casal de Praça João Pessoa é encontrado morto em Teresópolis


Polícia trabalha com a hipótese de suicídio, mas homicídio não está descartado. Nagela teve alta, mas Natinho segue na UTI do Hospital Ferreira Machado.


Matéria: Blog do Paulo Noel
Fotos: Reprodução Terê TV/Blog do Paulo Noel
Foi encontrado morto na última sexta-feira (26/09), às 12h30, em Teresópolis, Região Serrana do Rio de Janeiro, o homem apontado pela Polícia Civil como suspeito de ter cometido a dupla tentativa de homicídio em Praça João Pessoa, quando um casal foi agredido a golpes de faca na quarta-feira (24/09). A Polícia Civil em Teresópolis trabalha com a hipótese de suicídio, mas não está descartado um possível homicídio.

Nesta terça-feira, 30/09, o IML de Teresópolis identificou o corpo como sendo de Cristiano Braga dos Santos (foto). O corpo dele foi encontrado dentro de uma trilha de mata fechada, as margens da Rodovia Teresópolis a Itaipava, por duas mulheres que faziam uma caminhada. Ele morreu com um tiro na cabeça. A delegada titular da 147ª Delegacia Legal de São Francisco de Itabapoana, Ivana Morgado, confirmou ao Blog que o corpo encontrado em Teresópolis é mesmo de Cristiano.

A dupla tentativa de homicídio é investigada pela Delegacia de São Francisco de Itabapoana. Donato Martins de Souza (Natinho), 50 anos, e a esposa Nagela Carlos Belmiro, 42 anos foram as vítimas. Nagela recebeu alta do Hospital Ferreira Machado neste domingo (28/09); já Natinho segue em estado grave na UTI do Hospital Ferreira Machado.

A investigação sobre o aparecimento do corpo de Cristiano é de competência da 110ª Delegacia de Polícia de Teresópolis. No primeiro momento, em entrevista ao jornalista policial Claucio Mizael da Terê TV de Teresópolis (veja a entrevista abaixo dessa reportagem), a delegada adjunta de Teresópolis, Juliana Menescal, disse que as investigações preliminares apontavam para suicídio, já que foi encontrado junto ao corpo uma arma e não havia marca na vegetação, que indicaria que o corpo foi arrastado até o local.

Entretanto, segundo apurou Claucio, em conversa com o também delegado adjunto Ronaldo Cavalcanti, a Polícia não descarta a possibilidade de homicídio, já que o tiro que matou Cristiano teria atingido a nuca e teria sido disparado de uma distância de 40 centímetros, além do que a arma teria sido encontrada no meio das pernas de Cristiano. O laudo cadavérico e a perícia no local onde o corpo foi encontrado ainda serão confrontados para ajudar a elucidar o caso. A Polícia também analisa uma sacola suja de sangue que foi encontrada próximo ao corpo.

Em Praça João Pessoa familiares de Natinho e de Cristiano tentam entender os motivos para o que aconteceu. Um clima de profunda consternação se abateu sobre a comunidade. São grandes nas redes sociais as lamentações de familiares das pessoas envolvidas nessa tragédia. Cristiano é de família de Praça João Pessoa, mas morava há alguns anos em Rio das Ostras. Quando morava em Praça João Pessoa chegou a trabalhar na borracharia de Natinho. Os dois eram amigos e Cristiano frequentava a casa de Natinho, inclusive, segundo uma pessoa da família, na noite da tentativa de homicídio Cristiano estava na casa de Natinho e teria jantado com o casal antes de esfaqueá-los.

Nathany Martins, filha de Natinho, visitou o pai na tarde desta quarta-feira, Natinho está apresentando melhoras. Segundo Nathany, ele segue sedado e entubado na UTI, mas segundo os médicos, mesmo sedado reconhece a voz das pessoas.

Veja abaixo a reportagem de Claucio Mizael, direto do local onde o corpo de Cristiano foi encontrado em Teresópolis. O jornalista entrevistou a delegada de Teresópolis. Quando a matéria foi ao ar, na Terê TV Canal 11, o IML não havia identificado o corpo de Cristiano.

Nenhum comentário: