Clique abaixo para ouvir a Rádio São Francisco direto no site

________________________________________________________

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Vigia de quiosque assassinado no litoral de São Francisco de Itabapoana


Corpo foi encontrado na manhã desta segunda-feira, na Praia de Lagoa Doce. Vítima era ex-presidiário. 


O corpo de um homem foi encontrado por populares, na manhã desta segunda-feira, 21/12, na Praia de Lagoa Doce, litoral de São Francisco de Itabapoana.

Segundo informações da PM, o homem identificado por Marcelo dos Santos Almeida, 41 anos, (Marcelinho de Amontado) trabalhava como vigia dos quiosques da Praia de Lagoa Doce. Marcelo é ex-presidiário e trabalhava atualmente também como eletricista e ajudante de pedreiro.

A guarnição da Polícia Militar, do DPO de Barra do Itabapoana, só foi comunicada por volta das 10 horas, comparecendo ao local por volta das 10h30.

Segundo um perito da Polícia Civil, possivelmente o homicídio aconteceu entre a noite deste domingo e a madrugada desta  segunda-feira. "A princípio verificamos apenas um tiro na cabeça, mas somente após a necropsia será possível afirmar  com quantos tiros o homem foi assassinado", disse o perito.

Marcelo foi visto pela última vez, já tomando conta dos quiosque, no início da noite. Populares contaram que um morador da região passou pelo local de bicicleta, por volta das 19 horas, e viu o vigia no quiosque.

A vítima do homicídio foi contratado recentemente, estava no seu quinto dia de trabalho. O seu salário seria rateado pelos proprietários dos três quiosques de Lagoa Doce.

Um dos proprietários conversou com o Blog. Ele lamentou o ocorrido e se mostrou preocupado com a possível dificuldade em contratar um novo vigia. "O local é descampado e muito escuro. Arrumar uma pessoa para atuar de vigia aqui não é fácil, por outro lado não podemos deixar nossas coisas aqui, nos sujeitando a termos tudo furtado", disse preocupado. O proprietário ainda comentou sobre a necessidade de alguns refletores para dar mais luminosidade ao local.

O Blog acredita que, instalados contra a Praia, iluminando os quiosques, os refletores não irão atrapalhar a reprodução das tartarugas marinhas. Que o poder público entre em consenso com o Projeto Tamar, pois o Blog constatou que o local precisa sim de alguma iluminação. 

A Polícia Militar manteve uma viatura no local, aguardando a chegada do rabecão do Corpo de Bombeiros, para remoção do corpo para o IML de Campos.  O crime foi registrado na 147ª Delegacia Legal de SFI.



Nenhum comentário: