Clique abaixo para ouvir a Rádio São Francisco direto no site

________________________________________________________

quinta-feira, 14 de maio de 2015

BPRV aprende caminhão carregado com frutos de aroeira em SFI


Matéria atualizada às 20h30

Semente é usada na indústria de cosméticos
Policiais do Batalhão da Polícia Rodoviária Estadual (BPRV) do Posto 15, em Imburi, São Francisco de Itabapoana, interceptaram na noite desta quarta-feira, 13-05, um caminhão baú F-350 carregado com meia tonelada de frutos de aroeira.

Por volta das 20 horas, os agentes notaram que o caminhão, que seguia no sentindo a Campos, desviou por uma estrada vicinal antes do posto policial. A atitude suspeita chamou a atenção dos policiais, que iniciaram uma perseguição ao caminhão, até que conseguiram interceptar o veículo.

A extração deste fruto requer licença ambiental para comercialização e transporte, já que a Aroeira é considerada uma espécie da flora nativa. A origem da carga é Barra do Itabapoana, litoral norte de São Francisco.  

O caminhão e a carga foram apreendidos. O motorista foi enquadrado no parágrafo único, do artigo 46 da lei 9605/98, Lei de Crimes Ambientais, transportar produtos de origem vegetal, sem licença válida para todo o tempo da viagem ou do armazenamento, outorgada pela autoridade competente. A pena para este tipo de crime é de detenção, de seis meses a um ano, e multa. O motorista do caminhão irá responder o processo em liberdade.

Como na Delegacia não há condições de armazenar a carga, os frutos foram entregues à Secretaria de Meio Ambiente de São Francisco de Itabapoana, que ficou como fiel depositário.


Secretaria de Meio Ambiente ficou como fiel depositário

"Recebemos a carga e aguardaremos uma decisão judicial sobre o destino, que provavelmente deverá ser retornar à natureza, na forma de alimento para diversos pássaros", disse o secretário municipal de Meio Ambiente, Cláudio Heringer. 

O produto seria levado até um galpão em Campos dos Goytacazes. Um inquérito foi aberto para investigação na 147ª Delegacia Legal de São Francisco de Itabapoana.

Emprego na indústria de cosmético

Segundo informações dos pesquisadores Alisson Andrade Almeida e João Paulo Viana Leite, no artigo "A Hora e a vez da Aroeirinha", o óleo essencial extraído da semente da aroeira tem ação antimicrobiana contra vários tipos de bactérias, fungos e vírus, além de atividade repelente contra a mosca doméstica. Externamente, o óleo essencial é utilizado na forma de loções, géis e sabonetes, indicado para a limpeza de pele, coceira, acne, manchas, antissepsia de ferimentos, micoses e para o banho.

Recentemente, a forte ação antioxidante de extratos da aroeira tem chamado a atenção da indústria de cosmético, que a utiliza principalmente em formulações para a proteção da pele.  O óleo essencial, pela sua fragrância, também é altamente apreciado pela indústria de perfumes.

Nenhum comentário: