Clique abaixo para ouvir a Rádio São Francisco direto no site

________________________________________________________

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Formação de PMs terá duração ampliada em 2016


Currículo contará com novas disciplinas e estágios supervisionados

A partir de janeiro de 2016, o curso de formação para policiais militares será ampliado. Os soldados que ingressarem na PM terão pela frente 12 meses de capacitação, sendo dez de aulas teóricas e dois de estágios supervisionados em unidades operacionais da corporação.  A disciplina de Polícia de Proximidade é uma das cinco matérias incorporadas ao novo currículo para aperfeiçoamento da política de pacificação.

“Queremos ofertar aos novos agentes instrumentos para que possam executar um modelo de polícia mais adequado à realidade das comunidades carentes do Rio de Janeiro. Queremos que o policial formado tenha conhecimentos e habilidades para administrar conflitos, tendo a capacidade de realizar processos decisórios. É importante reforçar também que o PM estará sendo preparado para atender às demandas da população, sendo que a força letal será o último recurso adotado” explicou o subsecretário de Educação, Valorização e Prevenção da Secretaria de Segurança, Pehkx Jones da Silveira

O novo curso de formação contará com 32 disciplinas. Nove delas receberam aumento de carga horária. Entre elas estão: Direitos Humanos (de 16 para 20 horas/aula); Imagem Institucional (de 8 para 10 horas/aula); Língua e Comunicação (de 24 para 30 horas/aula); Instruções Práticas de Ações Táticas I, II e III (de 70 para 114 horas/aula); Noções de Direito Administrativo (de 12 para 16 horas/aula); e Legislação Processual Penal Comum (de 8 para 12 horas/aula).

Outras cinco matérias foram criadas: Tiro de Defesa I e II; Tecnologia Não-Letal; Administração Institucional de Conflitos (técnicas) e Polícia de Proximidade. Três estudos de caso serão abordados em cada disciplina para relacionar a teoria com as experiências vivenciadas por policiais já formados.

Os cerca de 1,5 mil policiais em treinamento no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP) e que devem ser incorporados à PM entre novembro deste ano e janeiro farão uma complementação para já se adaptarem aos novos padrões curriculares. A extensão será realizada durante duas semanas.

Elaboração de novo currículo foi realizada por 100 profissionais

Entre agosto de 2014 a fevereiro deste ano, o Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças, com o apoio metodológico da Subsecretaria de Educação, Valorização e Prevenção, coordenou o processo de atualização do currículo do Curso de Soldados. Os objetivos são identificar e realizar os ajustes necessários. Cerca de 100 profissionais – entre instrutores, professores, especialistas e gestores – participaram da construção do novo currículo da Polícia Militar.

Foram organizados oito grupos de trabalho, nos quais os participantes analisaram e discutiam a abordagem do conteúdo nas salas de aulas, sobreposições de conteúdo entre as disciplinas afins e o cotidiano da execução das disciplinas no curso.

“Toda a matriz curricular do curso foi elaborada no sentido de formar o policial militar dentro das competências e habilidades relacionadas às tarefas a serem desenvolvidas após a conclusão do curso” explicou o diretor-geral de Ensino e Instrução da Polícia Militar, coronel Márcio Vaz Lima.

Fonte: Núcleo de Imprensa do Governo do RJ

Foto: Natasha Montier

Nenhum comentário: